Menu Papel POP
(Divulgação/Netflix)

“Um Crush para o Natal”: Michael Urie e Philemon Chambers falam sobre comédia romântica queer

Considerada a primeira comédia natalina queer da Netflix, “Um Crush para o Natal” acaba de chegar na plataforma. Em entrevista à ET, Michael Urie e Philemon Chambers, protagonistas do projeto, falaram sobre como o filme propõe uma narrativa representativa e positiva para o público LGBTQIA+.

Na trama, Peter (Urie) convence Nick (Chambers) a ser seu namorado falso para enganar sua família, mas quando a mãe o coloca em um encontro às cegas, o plano dá muito errado. O elenco ainda inclui Kathy Najimy, Jennifer Coolidge e Luke Macfarlane. A direção é de Michael Mayer, de “A Gaivota”.

Assista ao trailer:

Urie afirma que o filme é “muito positivo”, conta. “É um filme sem homofobia, sem vergonha, e ninguém vai embora. Por mais que eu saiba que era importante esse tipo de representação, acho que agora estamos em um lugar onde também é muito importante mostrar como o mundo é para muitas pessoas e como deveria ser, que é [um filme] com uma família que ama seus parentes queer sem qualquer julgamento e uma história que é sobre amor familiar incondicional. E também para ver o que acontece quando gays têm problemas que os heterossexuais têm.”

Além disso, este filme explora amizades entre gays que nem sempre aparecem na tela. “Você vê como dois amigos gays simplesmente estão, sabe, juntos e não tem que existir uma situação complicada”, diz Chambers, que está fazendo sua estreia no cinema. “Existem tantas formas de representação neste filme e só espero que as pessoas tirem a esperança, a positividade, a compreensão – e apenas que possamos estar todos neste mundo juntos.”

Urie ainda espera que o longa seja revisitado e se torne uma tradição de férias para muitas famílias. “É um [tipo de] filme ao qual as pessoas voltam da mesma forma que voltam a ‘Surpresas do Amor’ ou ‘Simplesmente Amor’ ou, para mim, ‘O Conto de Natal dos Muppets’”, diz ele. “Espero que ‘Um Crush para o Natal’ se torne um deles.”

O filme já está disponível no catálogo da Netflix.

Comentários

Topo