Menu Papel POP
Foto: Getty Image

Os momentos em que Lil Nas X nos matou de orgulho em 2021

Eleito o homem do ano pela GQ, e o homem das nossas vidas, Lil Nas X mostrou que realmente foi o grande nome de 2021 e é, sem dúvidas, a celebridade do momento. Desde que, no primeiro semestre, lançou o single “MONTERO (Call me by your name)”, do seu álbum de estreia, o artista emplacou hits no topo das paradas, fez apresentações de tirar o folego, dominou todos os red carpets pelos quais passou e provou ser o ícone pop que essa geração estava esperando.

Separamos uma lista com algumas de realizações desse hitmaker, para celebrar todas as vezes em que ficamos caidinhos de amor <3

Álbum

Com 15 faixas e mais de 40 minutos de duração, o mês de setembro, finalmente, trouxe o aguardado álbum de estreia de Lil Nas X, o “MONTERO”. Marca registrada de sua arte e personalidade, o artista não teve medo de arriscar e se mostrou vulnerável e ousado, enquanto refletia sobre a indústria musical, aceitação, solidão e os caminhos que o levaram até o auge da fama.

O disco se torna ainda mais interessante com parcerias de Elton John, Miley Cyrus, Megan Thee Stallion, Doja Cat e Jack Harlow. Pelas redes sociais, ao anunciar a data de estreia do disco, o artista fez importantes considerações: “Criar este álbum foi uma terapia para mim. Eu aprendi a deixar de tentar controlar a percepção das pessoas sobre quem eu sou, o que posso fazer e onde estarei. Percebi que a única opinião minha que realmente importa é a minha.”

Performances

Quem poderia imaginar que aquele garoto com chapéus coloridos e calça apertada, das as apresentações de “Old Town Road”, estaria entregando as melhores performances do cenário pop em 2021, não é mesmo? Trazendo referências icônicas, beijos, coreografias e muita polêmica, Lil Nas X se tornou o tipo de artista que só sai de casa se for para servir tudo o que há de melhor no palco.

BET Awards

Se Lil Nas X já estava causando com o espetacular clipe de “MONTERO”, bastou chegar a primeira apresentação da música, para o rapper mostrar que não está pra brincadeira.

Na edição de 2021 do BET Awards, uma das principais premiações da música negra no mundo, o artista trouxe como referência o clipe de “Remember the Time”, de Michael Jackson, levando o Egito Antigo ao palco do evento. É claro que isso, por si só, já seria incrível, mas Lil Nas X decidiu ir além e encerrou sua performance com chave de ouro, ou melhor, um beijo de ouro em seu bailarino.

Já dá para imaginar a polêmica que tudo isso causou, né? No entanto, Lil Nas X sabia exatamente o que estava fazendo e fez questão de responder aos ataques homofóbicos que pediam, por exemplo por “respeito à ancestralidade”. “Vocês todos realmente gostam de fingir que a homossexualidade não existia na cultura africana”, rebateu.

VMA

Simplesmente o dono da noite. Nas X, quebrou tudo no VMA 2021, não só por ter vencido o principal prêmio do evento, o de Clipe do Ano, por “Montero (Call Me By Your Name)”, mas também por ter feito o público babar com sua performance.

No palco, o artista fez uma entrada grandiosa com direito a uma banda colegial, que lembrava muito a energia de “Homecoming”, do documentário de Beyoncé, trazendo referências aos registros audiovisuais originais. Além disso, Jack Harlow, que participa da faixa “Industry Baby”, também apareceu por lá.

Tudo estava caminhando para ser mais uma bela apresentação, quando Lil Nas X decide trocar de roupa, ou melhor, decide tirar a roupa, e aparece ao lado de diversos bailarinos somente de cueca rosa. Já dá para imaginar o que aconteceu. A temperatura subiu, a plateia enlouqueceu e, a partir daí, foi uma chuva de coreografia. Era como se o rapper estivesse dando uma festinha em um vestiário, neste momento, ele deu uma palinha do single “Montero (Call Me By Your Name)”.

Assista:

De forma discreta, a apresentação também teria abordado o estigma em torno do HIV/AIDS. Mardrequs Harris, da organização Southern AIDS Co, usou o número 433.816 em vermelho para representar o número de pessoas que vivem com HIV no sul dos Estados Unidos.

O rapper também levou os prêmios por Melhores Efeitos Visuais e Melhor Direção.

CLIPES

Entre as diversas coisas que os fãs do Lil Nas X não têm do que reclamar, são os registros audiovisuais da era MONTERO. Até o momento, já foram lançados quatro clipes, para as faixas “Montero (Call Me By Your Name)”, “Industry Baby”, “Sun Goes Down” e “Thats What I Want”.

Apesar de nem sempre o direcionamento e a estética dos vídeos seguirem a mesma proposta artística, é possível notar nos materiais, extremamente bem produzidos, o fio condutor que os une em uma só narrativa, a vida de Lil Nas X enquanto homem negro e gay.

Dirigido por Tanu Muino, em conjunto de Nas X, O carro chefe de seu álbum, o single “Montero (Call Me By Your Name)” traz um visual cinematográfico, com direito a referências bíblicas e mitológicas. No entanto, acima de tudo, é um registro, por vezes irônico, sobre liberdade e como a sexualidade ainda é vista por parte de alguns grupos sociais.

Assista ao clipe:

Ao divulgar o trabalho, o cantor compartilhou uma publicação no Twitter com uma carta para “seu eu” mais jovem:

“Querido Montero de 14 anos,

Eu escrevi uma música com nosso nome. É sobre um cara que conheci no verão passado. Sei que prometemos nunca revelar isso publicamente, sei que prometemos nunca ser “aquele” tipo de gay, sei que prometemos morrer com esse segredo, mas isso vai abrir portas para muitas outras pessoas queer simplesmente existirem. Você vê que isso é muito assustador para mim, as pessoas vão ficar com raiva, vão dizer que estou forçando uma agenda. Mas a verdade é que estou. A agenda para fazer as pessoas ficarem longe da vida de outras pessoas e pararem de ditar quem deveriam ser. Enviando amor do futuro.”

A sequência de divulgação do álbum, trouxe o vídeo da faixa “Sun Goes Down”, em que o rapper revisita sua própria história, enquanto canta sobre os sofrimentos e solidão de ser um adolescente negro e gay.

Confira:

Em uma crítica a indústria musical, o clipe “Industry Baby”, poderosa parceria com Jack Harlow que foi produzida por Kanye West ao lado do duo Take a Daytrip, traz Nas X sendo julgado e condenado. Sendo assim, ele se vê obrigado a passar seus dias em uma “Prisão Estadual de Montero” com detentos e uniformes cor de rosa, coreografias e um pouquinho de nudez.

Assista:

“Thats What I Want” chega para impulsionar ainda mais o disco de inéditas de Lil Nas X. Com direito a participação de Billy Porter, o artista encara as nuances de um “quase” relacionamento. Isso porque o vídeo narra uma paixão entre companheiros de um time de futebol americano, que ganham cenas extremamente sexy, de tirar o fôlego. No entanto, a história tem uma reviravolta quando o cantor descobre que seu namorado já possui uma esposa e um filho.

MET GALA

Lil Nas X é a grande diva pop da sua geração. E se alguém ainda duvida, basta assistir a sua estreia no tapete do MET Gala 2021 para ter a certeza de que ele é o momento.

Inicialmente, o muso chegou ao evento com uma capa em veludo em tom amarelo- ouro. Bem no estilo realeza. Mas, não demorou muito para que essa luxuosa veste, desse espaço para o que estava por baixo daquilo tudo, uma armadura dourada de tirar o fôlego. No entanto, todo mundo ficou sem ar mesmo, foi quando o rapper apresentou seu terceiro look.

Por baixo da armadura, o rapper estava usando um macacão cuidadosamente bordado com pedrarias, que davam o tom dourado e preto à roupa. Além disso, a peça justa ao corpo do cantor, ressalta os empenhos do artista na vida fitness.

Muso Fitness

I been work on body”, anunciou Lil Nas X na faixa SCOOP, parceria com Doja Cat, e olha… abençoado seja os stories do rapper. A cada postagem pós treino é uma motivação diferente, gente. É claro que o artista sempre foi lindo. Mas, além de deixar seus seguidores hipnotizados, tem sido encantador assistir a autoconfiança do músico crescendo a cada dia.

Tênis de sangue

Com Lil Nas X a divulgação de um trabalho é fortíssima. E com o single de “Montero (Call Me By Your Name)”, isso significa polêmica. Seguindo a temática do clipe, o rapper anunciou uma linha exclusiva do “tênis de satanás”, uma colaboração com o coletivo de arte MSCHF, do Brooklyn, em Nova York.

A ideia é bem simples, mas gerou muita discussão, resultando até em processo. O grupo MSCHF lançou 666 pares do tênis, que apresentam uma cruz invertida, um pentagrama e as palavras “Lucas 10:18”. E um detalhe, tudo isso customizado em modelos Nike Air Max 97s.

Além disso, os pares de sapato viriam com uma gota de sangue do rapper. Quem não gostou nada disso foi a Nike, que acabou processando o coletivo e o músico, que aproveitou a briga judicial para seguir divulgando seus projetos.

Homem do ano

Ele já era o talento, o hitmaker, o lindo do ano em nossos corações. Então, nada mais justo do que receber esse reconhecimento da revista GQ também, né? A publicação que anualmente elege os destaques masculinos em diversas áreas, nesta edição, apontou o rapper Lil Nas X, como o mais influente de 2021 na música.

Em entrevista, o artista falou sobre planos para carreira, homofobia e parcerias musicais. Já a revista, enalteceu a capacidade de ‘provocar’ que o rapper possui. “É capaz de criar megassucessos musicais e combiná-los com grandes provocações visuais pop de maneira mais destemida do que qualquer um desde Madonna“, diz a matéria.

Pai de família

Surpreendendo a todos e enfurecendo alguns, Lil Nas X apareceu gravidíssimo em um ensaio fotográfico para promover o seu novo álbum. É óbvio que a brincadeira fazia referência a gestação de seu disco, como se fosse uma contagem regressiva para chegada de seu projeto. Mesmo assim, a iniciativa recebeu algumas críticas, que em nada atrapalharam os planos de marketing do artista. Em tom de humor, o rapper ainda chegou a organizar um chá de bebê beneficente para arrecadar dinheiro para várias instituições de caridade.

***

Comentários

Topo