Menu Papel POP
Reprodução / YouTube

Drake decide retirar as duas indicações ao Grammy 2022

MAIS SOBRE:

Drake abriu mão de suas duas indicações ao Grammy 2022. A informação foi confirmada por um representante da própria Recording Academy, responsável pela grande premiação musical, à revista Variety nesta segunda-feira (06).

A decisão foi tomada por Drake junto com seu empresário e o Grammy acatou o pedido de remoção, mas a motivação ainda não foi revelada. O artista estava indicado a Melhor Álbum de Rap por “Certified Lover Boy” e Melhor Performance de Rap por “Way 2 Sexy”, parceria com Future e Young Thug.

Drake tem uma relação longa e, por vezes, complexa com o Grammy. Em 2020, ele falou sobre a importância de “algo novo que possamos construir com o tempo e transmitir às gerações futuras” após a falta de indicações de The Weeknd à honraria.

“Acho que devemos parar de nos permitir ficar chocados todos os anos com a desconexão entre a música impactante e esses prêmios, e apenas aceitar que o que antes era a forma mais alta de reconhecimento pode não importar mais para os artistas que existem agora e os que virão depois”, escreveu no Instagram.

Em 2017, Drake se recusou a submeter o álbum “More Life” para qualquer categoria do Grammy 2018. No ano seguinte, o rapper canadense mostrou-se descontente quando Jay-Z não levou prêmios, apesar de ter sido indicado para oito.

A Variety ressaltou que Harvey Mason Jr., CEO da Recording Academy, tem dado prioridade a uma revisão dos procedimentos e funcionários da organização depois de anos de acusações de acordos privilegiados e interesses próprios. Poucas semanas após a entrega dos prêmios de 2021, por exemplo, a Academia anunciou a eliminação dos “comitês secretos” que por décadas faziam a curadoria da lista final de indicados ao Grammy.

Comentários

Topo