Menu Papel POP
Foto: Divulgação

Lil Nas X é eleito como “Homem do Ano” por revista; confira

Nesta segunda-feira (15), a revista GQ divulgou a tradicional capa de “Homem do Ano”. Nesta edição, Lil Nas X, Tom Holland e Giannis Antetokounmpo foram eleitos como os mais influentes de 2021 em suas respectivas áreas. Na música, o rapper se destacou e foi colocado em uma posição de ‘provocador’ pela publicação. “É capaz de criar mega-sucessos musicais e combiná-los com grandes provocações visuais pop de maneira mais destemida do que qualquer um desde Madonna“, diz a matéria.

O rapper iniciou falando sobre ter perdido o topo das paradas para Drake, ao lançarem um álbum na mesma época. “Eu me senti pra baixo, mas depois superei, e tudo em que pensava era em como sou sortudo e onde estava três anos atrás. Ninguém pensou que eu chegaria aqui. E agora eu disputo com Drake, ele é incrível”, disse.

Ele continua dizendo que ainda havia proposto uma colaboração para Drake e outra com Nicki Minaj, mas que ambos recusaram: “Não costumo propor colaborações, mas de todas as propostas que fiz para este álbum, quase todas deram certo, exceto Drake e Nicki. Eu queria Nicki em Industry Baby e Drake em Dolla Sign Slime com Megan.”

Confira algumas fotos do ensaio:

O rapper ainda fala sobre as expectativas para o futuro e afirma que vem se preparando para novos passos em sua carreira. “Estou animado para o futuro. Estou criando dinâmicas em vez de metas. Estou tentando melhorar minha resistência no palco. Estar mais em estúdio. Sempre tentando experimentar coisas novas e nunca tentando fazer a mesma música”, completa.

Sobre as últimas falas homofóbicas e sorofóbicas ditas por DaBaby, Lil Nas X não negou a insatisfação e o desconforto, mas demonstrou esperança de que ele possa melhorar e aprender. “Realmente espero. Mas eu não sei. O quadro geral é muito hiper-masculino”, disse. Ele afirma que os rappers terão de se acostumar e mudar seus pensamentos, uma vez que, em dez anos, outros rappers LGBTQIA+ irão surgir.

Na ocasião, quando perguntado sobre suas paixões, a voz de “Industry Baby” disse que quase todos os garotos gays já se apaixonaram por um garoto heterossexual e fala sobre o fim do último relacionamento em que esteve. “É uma grande responsabilidade. Você tem que dar a essa pessoa todo o seu tempo. E eu gosto de me perder de vez em quando, sem falar com ninguém, só me concentrando em mim”, e continua: “Não gosto disso e não quero soar como uma vadia ou coisa parecida, mas não gostei do “me dê todo o seu tempo”. Às vezes, quando você está triste, você só quer estar com alguém e ser mimado, beijado e abraçado”, completou o rapper.

 

Comentários

Topo