Menu Papel POP
(Divulgação/Flora Negri)

Larissa Luz celebra o afeto e o amor afrocentrado em novo clipe; assista a “Afrodate (Dreadlov)”

MAIS SOBRE:

“Afrodate (Dreadlov)” é o nome do novo lançamento de Larissa Luz. Lançada na última quinta-feira (25), a faixa chega com o intuito de abrir os caminhos para o próximo EP da artista baiana. A partir do trabalho, o público passa a conhecer sua nova fase por meio de diferentes referências estéticas. A canção, feita em parceria com o rapper Coruja BC1 e com Bruno Zambelli, é produzida por Tropkillaz.

“Colocar uma música no mundo é sempre uma celebração! Até ela chegar em vocês um mundo de coisas acontece, quero deixar aqui o meu muito obrigada a quem mergulhou nesse processo de alguma forma e fez acontecer a magia da arte! Aqui se inicia um novo ciclo!”, compartilhou a artista nas redes sociais.

Uma produção MYNK Filmes, o registro audiovisual da canção também foi lançado. Dirigido por Ygor de Oliveira, o vídeo apresenta as formas como o afeto pode se manifestar. Ao lado de um grupo poderoso de bailarinos, a dança também conduz toda a narrativa. Confira:

“Venho dando atenção ao afeto e às diversas manifestações emocionais diárias às quais as relações nos conduzem. Acho saudável tentar outros caminhos para dizer coisas importantes”, ela explica. A nova fase se traduz também no discurso da letra, pautando o amor como um caminho para a revolução. “Penso em usar a arte para mexer com estruturas, começo a enxergar a leveza e a simplicidade também como caminho possível para fazer isso acontecer. O amor revoluciona e pensar ele sob a nossa perspectiva é fundamental!”, ela explica. 

“Afrodate (Dreadlov)” conta com a produção do duo Tropkillaz, que, segundo Larissa, expandiu sua visão musical. “Fui extremamente bem recebida pelo Tropkillaz, eles buscaram me ouvir e entender enquanto artista criadora, intérprete, e abarcaram minha visão com a destreza de quem faz uma alquimia”, ela conta. A faixa foi a primeira a ser composta para o próximo EP da cantora, antes ainda de pensar em lançar um trabalho mais extenso sobre a temática afetiva. “‘Afrodate (Dreadlov)’ é o começo de tudo! Quando ela ficou pronta, pensei: ‘Vamos falar mais sobre isso’”, finaliza.

Ouça “Afrodate (Dreadlov)” nas plataformas digitais.

Comentários

Topo