Menu Papel POP

Gosta de terror para levar susto? Ou ficar em choque? Listamos 10 filmes atuais de vários gêneros do horror para você maratonar!

MAIS SOBRE:

Conforme o Halloween se aproxima, parece que somos cada vez mais atraídos ao clima da data. Com isso, é normal a gente sentir aquela vontade de passar medinho com filmes de terror. Pois bem, o Dia das Bruxas é neste domingo e viemos com 10 sugestões boas para a sua maratona cinéfila! Hahahaha. O melhor: a gente dividiu as nossas escolhas por sensações. Quer terminar um filme com a cabeça abalada? Temos. Quer susto e aflição? Temos. Quer muito sangue e cenas nojentas? Aqui também tem.

Estamos 100% dedicados a te botar no clima de Halloween nesse ano e preparamos uma semana inteira de especiais junto com a Fanta! Clique aqui para conferir todas nossas listas temáticas e fiquem ligados pois na madrugada na meia-noite do dia 30 para o dia 31 vai rolar o Fanta Horror Fest. Serão duas horas e meia de live na Twitch com exibição de curtas, convidados especiais, games e prêmios. Confira agora nosso especial e saiba todos os detalhes no fim da matéria!

Para sentir calafrios: “O Que Ficou Para Trás”

Se você é fã de filmes de espíritos, vai surtar com “O Que Ficou Para Trás” pois ele foge de qualquer clichê do gênero. Acompanhamos um casal de sudaneses refugiados na Inglaterra que lutam por uma vida digna e acabam mudando para uma casa que, apesar da aparência duvidosa, ainda é um lar para eles. Porém, eles descobrem que não estão sozinhos em casa. E não estamos de dois ou três (ou quatro, ou cinco…) aparições não, viu?

O casal enlouquece conforme tenta entender o que está acontecendo na casa e a trama ainda soma o terror do imigrante num bairro onde não é bem-vindo. Se prepare para sustos reais e cenas que vão arrepiar todos os cabelos do seu corpo.

O filme está disponível na Netflix.

Para ser surpreendido: “Maligno”

Esse tá quentinho! Lançado na semana passada na HBO Max, “Maligno” é a mais nova obra de arte de James Wan, que antes nos entregou “Jogos Mortais” e a saga “Invocação do Mal”. O legal desse filme é que você passa metade dele tentando adivinhar sobre o que é, sendo pego completamente desprevenido quando te mostra a verdadeira história.

Madison é a protagonista que começa a ter visões de assassinatos e descobre que eles realmente aconteceram. Mas por que ela está vendo tudo isso? Conforme o tempo passa, ela descobre que isso tem a ver com uma pessoa marcante do passado dela. Tem uma cena em específico que consideramos uma das cenas mais nojentas e surpreendentes do terror atual. Não vamos nem tentar te contar sem spoilers!

O filme está disponível na HBO Max.

Para terminar o filme pensando: “Corra!”

Jordan Peele iniciou uma nova página na história do gênero terror quando lançou “Corra!” em 2017. A crítica especializada até ficou confusa, tentando encaixar o filme como uma comédia. Mas não, é amedrontador! Isso porque além das cenas para dar medo, a história também abre uma discussão sobre racismo, uma mistura pouco explorada no cinema e que depois foi ainda mais expandida em “Nós” do mesmo diretor.

Daniel Kaluuya interpreta um fotógrafo que parte para uma viagem a fim de conhecer a família da namorada. Conforme ele vai conversando com os parentes, ele começa a perceber alguns costumes estranhos e preocupantes da família, suspeitando que está lá por um motivo que coloca a própria vida em risco. O filme, que começa leve, vai ficando cada vez mais absurdo até chegar num nível de terror que você nem imagina!

O filme está disponível para alugar on demand.

Para ficar meio perturbado: “Hereditário”

Junto com “Corra!”, “Hereditário” do Ari Aster é um dos filmes responsáveis por um novo momento do terror, em que o intuito é deixar sua cabeça bem mexida além de te deixar com medo. Acompanhamos a família Graham, formada por um casal, uma garota e um adolescente. Com a morte recente da vó, a filha fica particularmente mexida e começa a presenciar algumas coisas fora do normal. Um grande desastre no núcleo familiar passa a desencadear eventos sobrenaturais cada vez mais bizarros que, de alguma forma, estão relacionados com o passado da avó.
Vamos deixar a descrição bem genérica assim porque cada detalhe é surpreendente. É um daqueles filmes que você vai terminar e ficar um bom tempo processando tudo o que viu, além de mexer com alguns medinhos que temos, por exemplo: ver espíritos no escuro! Hahaha.

O filme está disponível na HBO Max.

Para ter chances de não conseguir dormir: “A Bruxa”

Quer assistir um filme e terminar pensando “O que foi isso que eu acabei de assistir?”. Pois bem, “A Bruxa” é uma ótima pedida. O filme foge dos clichês de terror que exploram sustos ou gore e, em vez disso, trabalha numa trama que lentamente vai te dando pistas de que algo louco está prestes a acontecer. Aqui, acompanhamos uma família puritana que vive isolada numa época em que os EUA acusava mulheres de bruxaria e as queimavam. Sim, a trama é ambientada no século 17.

Do nada, o bebê da família desaparece e a filha mais velha, Thomasin, leva a culpa. Segundo os pais e irmãos, ela fez bruxaria com a criança. Conforme o tempo passa, fenômenos sobrenaturais começam a cercar a família até chegar no nível de manifestações físicas de forças que vão levando Thomasin para um caminho inesperado. A beleza do filme se dá na ambientação muito fiel e no fato de que o filme vai ficando cada vez mais escuro conforme ele também fica absurdo. É um desses feitos para mexer com a sua cabeça e te dar calafrios, igual “Hereditário”.

O filme está disponível na Globoplay.

Para ficar em choque: “Clímax”

Um grupo de dançarinos sai para ensaiar numa escola abandonada no meio do nada, resolve fazer uma festinha depois e descobre que toda a bebida estava batizada com LSD. E todo mundo passou a noite inteira bebendo. O que acontece é o surto coletivo mais assustador que você verá num filme. Espere por brigas violentas, mortes de partir o coração, cenas difíceis de assistir e desespero puro!

Esse filme do Gaspar Noé gerou bastante polêmica quando saiu e o que mais chama a atenção é que apenas uma atriz do elenco é de fato atriz! Além disso, o conceito e a história principal do filme foram feitos pelo diretor, mas as cenas foram improvisadas. Inacreditável, né?

O filme está disponível para alugar on demand.

Para os fãs de nojeira e sangue: “A Morte do Demônio”

“Evil Dead” é um grande clássico do horror feito por Sam Raimi, com vários filmes ao longo das décadas e até uma série. Porém, o remake dirigido por Fede Alvarez lançado em 2013 chamou atenção por elevar a história a um novo nível assustador. “A Morte do Demônio” conta a história de um grupo de jovens que viaja para uma cabana distante para ajudar uma amiga a se livrar das drogas. Porém, um deles descobre um livro macabro e acaba despertando um demônio que deve possuir um a um para ressuscitar e gerar caos.

A protagonista, Mia, acaba sendo o centro das atenções do demônio e se torna a principal vítima possuída. O grupo de amigos tenta isolar ela, mas percebe que estão lidando com uma força muito mais forte do que pensam. O filme entrega muitas cenas explícitas, com muito sangue, desmembramento, objetos cortando e perfurando o corpo… é uma carnificina. Mas também há cenas de terror esteticamente surpreendentes, com Fede Alvarez usando pouquíssimos efeitos digitais. Sim! A maior parte do filme é feita com maquiagem e próteses.

O filme está disponível na Star+

Para paralizar de tensão: “Hush: A Morte Ouve”

A gente vai só lançar a sinopse e isso já será o suficiente para te convencer: a protagonista é Maddie, uma escritora que perdeu a audição quando era adolescente e foi morar numa casa bem distante da sociedade para viver em tranquilidade. Porém, ela percebe que tem um assassino tentando entrar na casa dela. Pois bem, ela está sozinha e isolada. Como ela vai pedir ajuda? Ela é surda, como vai sequer ouvir os passos do invasor? Ela vai sobreviver nessas circunstâncias? Pois bem, vamos deixar todas essas respostas no ar.

O filme está disponível na Netflix.

Para os fãs de zumbi: “Invasão Zumbi”

Um dos melhores filmes de zumbi da atualidade veio diretamente da Coréia do Sul! “Invasão Zumbi”, de Yeon Sang-ho, foi lançado em 2016 e nos mostra um apocalipse zumbi que toma conta do país. Busan é a única cidade da Coréia do Sul sem infestação do vírus misterioso e logo vemos alguns sobreviventes pegando o trem para tentar chegar ao local. Isso mesmo, tentar, porque o filme é cheio de imprevistos trágicos. O filme foi bastante elogiado por ser bastante assustador e sanguinolento, mas também desenvolver uma trama emocionante entre os personagens.

O filme está disponível na Netflix.

Para rir um pouco: “Casamento Sangrento”

Misturar terror e comédia é uma fórmula de sucesso de bilheteria, já que podemos aliviar a tensão com algumas risadas. “Casamento Sangrento” segue essa fórmula com uma história bem interessante: Grace vive o casamento dos sonhos com o marido Daniel e os dois partem para a mansão fabulosa da família dele para comemorar. Porém, a comemoração se torna um pesadelo quando Grace descobre que a família faz um pique-esconde mortal em que devem matá-la para seguir uma tradição antiga. Então, a personagem se esconde para lutar pela própria sobrevivência.

O filme tem alguns alívios cômicos intercalados por mortes bem gráficas e a tensão de ver Grace lidando com aquele caos familiar violento. Mesmo tendo o elemento de comédia, dá para dizer que “Casamento Sangrento”é 80% terror.

O filme está disponível na Star+

Ficou curioso com as nossas indicações, né? Partiu maratonar tudo e entrar no clima do Halloween! A Fanta te ajuda a deixar o clima muito mais assustador com o Fanta Horror Fest! A live de Dia das Bruxas da Fanta acontece meia-noite do dia 31 e será apresentada por Cid Cidoso e pela MariMoon na Twitch, com duas horas e meia de games, curiosidades sobre filmes de terror, curtas exclusivos, desafios para o público e sorteio de prêmios, ingressos de cinema, descontos em lanches e mais! Saiba todos os detalhes clicando aqui.

Comentários

Topo