Menu Papel POP
Foto: Divulgação

Billy Porter critica Vogue por usar Harry Styles em capa sobre moda não-binária

Em uma recente entrevista para o The Sunday Times, Billy Porter falou sobre a fama, a moda e também criticou a revista Vogue por estampar Harry Styles como o primeiro homem a vestir um vestido na capa em dezembro do último ano.

“E não é ego, é apenas um fato. Eu fui o primeiro a fazer e agora todos estão fazendo”, disse o astro de ‘Pose’ ao afirmar que a indústria da moda o aceitou porque precisaram. Ele argumenta: “Eu criei toda uma discussão [sobre moda não-binária] e mesmo assim a Vogue coloca Harry Styles, um homem branco hétero, em um vestido na capa pela primeira vez”.

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por @harrystyles

Ele afirma que não tem a intenção de desmerecer Harry, mas questiona se ele é a pessoa ideal que o público deve escolher para representar a causa. “Ele não se importa, ele está fazendo isso porque é a coisa a se fazer”, disse.

Porter continua dizendo que o fato é político e que precisou lutar durante toda sua vida para chegar em um lugar em que pudesse usar um vestido e não sofrer as consequências. “Tudo que ele tem que fazer é ser branco e héterossexual”, completa.

Na época, a revista vinha recebendo uma série de críticas da comunidade LGBTQIA+ por colocar a voz de ‘Watermelon Sugar’ usando um vestido em sua capa, alegando que um homem branco cisgênero não representa um amplo movimento fundado por pessoas transexuais e negras.

Comentários

Topo