Menu Papel POP
Camilo e Rauw Alejandro são fortes candidatos (Foto: Divulgação)

Entenda as diferenças entre os prêmios de Gravação e Canção do Ano no Latin GRAMMY

Com o anúncio dos indicados à próxima edição do Latin GRAMMY feito nesta terça-feira (29), o público já declara torcida nas redes sociais. Com brasileiros brilhando em algumas das principais categorias gerais, há muito o que ouvir até a cerimônia de entrega, marcada para acontecer em Los Angeles no próximo dia 18 de novembro.

No entanto, a indústria de língua espanhola ainda domina o páreo. Além de Camilo e Nathy Peluso, que brilharam entre os nomes com maior número de nomeações, María Becerra e Paloma Mami, duas estrelas em ascensão, buscam uma nova oportunidade de brilhar. As duas disputam o prêmio de Artista Revelação.

Já quando o assunto é Álbum do Ano, os olhares se voltam para o espanhol C. Tangana e a mexicana Natalia Lafourcade. A disputa aqui é especialmente acirrada. De um lado está “El Madrileño”, complexo e elogiado trabalho de estúdio lançado no início deste ano.

Do outro, o segundo volume de “Un Canto Por México”, trabalho de releituras que honra a tradição musical mexicana e vem na esteira de um outro disco vencedor do Grammy norte-americano.

Canção x Gravação

Com as cartas na mesa, é normal que as apostas comecem a despontar na mesma proporção em que se confunda determinadas categorias e seus respectivos critérios. No páreo desde 1959, os títulos de Canção e Gravação do Ano podem parecer a mesma coisa – um aspecto que se confunde ainda mais quando se leva em consideração o fato de que, ao longo da história, ambos já foram entregues para o mesmo criador.

As diferenças, no entanto, começam a aparecer quando se questionam méritos e atribuições. Os votantes de Canção do Ano, por exemplo, se dedicam a avaliar letra e música, destacando a excelência artística do intérprete e seus coautores. Já os responsáveis por avaliar a categoria de Gravação partem de um pressuposto técnico que avalia detalhadamente o processo criativo que constitui seu resultado final.

La Bicicleta GIFs - Find & Share on GIPHY

Desta forma, além do cantor ou cantora responsável, também recebem créditos e honra produtores, engenheiros de som e profissionais de mixagem.

Um bom exemplo é o que aconteceu em 2016 com Shakira e Carlos Vives. Os colombianos levaram para casa os dois troféus na mesma edição graças ao single “La Bicicleta”. Anos antes a artista já tinha conquistado feito semelhante. Em 2005, ela se deu bem tanto nos já citados títulos, como nas categorias de Melhor Álbum Vocal Pop Feminino e Álbum do Ano (“Fijación Oral, vol. 1”).

Neste 22º Latin GRAMMY, o primeiro realizado em formato presencial desde o início da pandemia, quem pode conquistar feito semelhante é Camilo. Indicado a Artista Revelação e vencedor de Melhor Canção Pop em 2020, ele ostenta agora dez indicações pelo disco “Mis Manos“. As mais importantes se concentram na faixa “Vida de Rico“, sucesso absoluto no streaming.

O porto-riquenho Rauw Alejandro também é outro nome que entra na briga. Desta vez, as chances estão na música “Todo de Tí”, um êxito em plataformas como o TikTok.

Quem mais está na briga?

A lista com as categorias, que traz ainda os veteranos Carlos Vives, Ricky Martin, Ricardo Montaner, Diamante Eléctrico e Maluma, pode ser conferida abaixo.

Canção do Ano

“A Tu Lado”, Paula Arenas
“A Vecer”, Diamante Eléctrico
“Agua”, J Balvin e Tainy
“Canción Bonita”, Carlos Vives e Ricky Martin
“Dios Así lo Quiso”, Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra
“Hawái”, Maluma
“Mi Guitarra”, Javier Limón, Juan Luis Guerra e Nella
“Patria y Vida”, Yotuel, Gente de Zona, Descemer Bueno e outros
“Que Se Sepa Nuestro Amor”, Mon Laferte e Alejandro Fernández
“Si Hubieras Querido”, Pablo Alborán
“Todo de Tí”, Rauw Alejandro
“Vida de Rico”, Camilo

Gravação do Ano

“Si Hubieras Querido”, Pablo Alborán
“Todo de Ti”, Rauw Alejandro
“Un Amor Eterno”, Marc Anthony
“A Tu Lado”, Paula Arenas
“Bohemio”, Andrés Calamaro e Julio Iglesias
“Vida de Rico”, Camilo
“Suéltame Bogotá”, Diamante Eléctrico
“Amén”, Ricardo Montaner, Evaluna Montaner, Mau y Ricky, Camilo
“Dios Así lo Quiso”, Ricardo Montaner e Juan Luis Guerra
“Te Olvidaste”, C. Tangana e Omar Apollo
“Talvez”, Caetano e Tom Veloso

O Latin GRAMMY 2021, vale lembrar, acontece em 18 de novembro de 2021, a partir das 22h (horário de Brasília). Para conferir todas as nomeações, clique aqui.

Comentários

Topo