Menu Papel POP
A faixa é um apelo pela preservação da floresta (Reprodução)

Caetano Veloso, Elza Soares, Gal Costa e mais de 20 artistas se unem em “Canção pra Amazônia”

Sem fins comerciais, 31 artistas — incluindo Caetano Veloso, Elza Soares, Gal Costa e IZA — se reuniram para gravar uma música chamada “Canção pra Amazônia”. Lançada no último domingo (5), ela funciona como um apelo pela conservação da maior floresta tropical do planeta e é fruto de uma iniciativa do Greenpeace Brasil em parceria com a Relicário Produções.

A letra foi escrita por Carlos Rennó, que junto com Chico César compôs também a música “Demarcação Já”. A melodia, por sua vez, é de Nando Reis, que também empresta os vocais para o projeto.

A lista de participantes ainda inclui Gilberto Gil, Duda Beat, Agnes Nunes, Anavitória, Arnaldo Antunes, Baco Exu do Blues, Caetano Veloso, Camila Pitanga, Céu, Chico César, Criolo, Daniela Mercury, Diogo Nogueira, Djuena Tikuna, Flor Gil, Gaby Amarantos, Majur, Maria Bethânia, Milton Nascimento, Nando Reis, Péricles, Preta Gil, Rael, Rincon Sapiência, Samuel Rosa, Thaline Karajá, Vitão e Xande de Pilares.

A gravação levou cerca de sete meses, entre fevereiro e agosto de 2021, porque cada artista gravou um trecho separadamente para minimizar os riscos de contaminação por Covid-19. Como os envolvidos não receberam cachês, os custos envolvidos foram somente para os gastos de produção.

Entre os apoiadores, estão a Articulação dos Povos Indígenas no Brasil (Apib), a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e a Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional – FASE Amazônia.

O resultado você confere abaixo:

Comentários

Topo