Menu Papel POP
Trabalho mais recente da artista em estúdio é "Amor Geral", lançado em 2016 (Foto: Divulgação)

Para celebrar 30 anos de carreira, Fernanda Abreu prepara coletânea com b-sides

Após a estreia de “Slow Dance”, coletânea com grandes baladas, Fernanda Abreu prepara o debut de mais um projeto comemorativo dos 30 anos de carreira solo, celebrados em 2020 tendo como marco o disco “Sla Radical Dance Disco Club“. Nesta quarta-feira (22), a cantora revelou o lançamento de uma coletânea com 20 canções “Lado B”. É esta mesma definição que dá título ao projeto, a ser lançado pelo selo Garota Sangue Bom em parceria com a Universal Music.

“A ideia do Lado B é reunir músicas do meu repertório que não são tão conhecidas do grande público, que não se tornaram hits, mas que representam a minha trajetória e a minha assinatura musical. Afinal, conhecer o lado B de um artista é conhece-lo mais íntima e profundamente”, disse em nota enviada ao G1.

A capa, que você confere acima, é uma colaboração de Tuto Ferraz (fotografia) com arte de Luiz Stein. Entre as faixas escolhidas para integrar a tracklist estão “Venus Cat Power” (1990), “Sigla Latina do Amor (1992), “Tudo Vale a Pena” (1995), “Fatos e Fotos” (2000), “A Onça (2004) e “O Que Ficou” (2016).

Recentemente, Abreu movimentou a discografia ao lançar o disco “Amor Geral (A)live“, registro ao vivo da apresentação que realizou em março de 2020, no dia em que o Brasil parou em virtude do coronavírus. O show, como o próprio nome indica, fruto da turnê do disco “Amor Geral” (2016), é considerado hoje a primeira live brasileira no formato estabelecido pelas limitações da pandemia.

Assista à íntegra no YouTube.

Comentários

Topo