Menu Papel POP
(Foto: Reprodução/Instagram)

Madonna rebate comentários preconceituosos de DaBaby: “Conheça os fatos, todos devem ser tratados com dignidade”

MAIS SOBRE:

Após nomes como Dua Lipa e Elton John terem se pronunciado a respeito de falas carregadas de preconceito proferidas pelo rapper DaBaby durante uma apresentação em Miami, nos Estados Unidos, durante o fim de semana, a rainha Madonna usou sua conta no Instagram nesta quinta-feira (29) para mandar uma mensagem.

Uma das maiores apoiadoras dos movimentos queer e feminista desde os anos 1980, não apenas em se tratando da garantia de direitos, como também de questões ligadas à saúde e quebra de estigmas relacionados a pessoas que convivem com o HIV, Madonna foi categórica ao enviar uma dura mensagem ao artista.

Ela relembrou conquistas da ciência em relação ao vírus, que há 40 anos faz vítimas pelo mundo, e destacou a ignorância contida nas falas. Leia a íntegra.

“Aqui vai uma mensagem pro DaBaby: se você vai fazer comentários odiosos sobre a comunidade LGBTQ+, ou sobre HIV/AIDS, conheça os fatos: após décadas de pesquisas científicas duramente conquistadas, agora existem medicamentos que salvam vidas de crianças nascidas com HIV, de pessoas que contraem o HIV por meio de transfusões de sangue, agulhas contaminadas ou troca de fluidos corporais. Esses novos antirretrovirais podem manter uma pessoa com AIDS viva pelo resto de suas vidas!!! A AIDS não é transmitida por ficar ao lado de alguém na multidão. Quero deixar meu celular mais leve e rezar por sua ignorância, Ninguém morre de AIDS em 2 ou 3 semanas. Graças a Deus! E seus comentários sexistas sobre senhoras cujas bucetas precisam cheirar como água só encorajam mais discriminação contra as mulheres que lutam diariamente contra a opressão de viver sob as restrições do olhar masculino. Pessoas como você são a razão de ainda vivermos em um mundo dividido pelo medo. Todos os seres humanos devem ser tratados com dignidade e respeito, independentemente de raça, sexo, orientação sexual ou crenças religiosas. Amém?”.

No último domingo, durante um show no festival Rolling Loud, em Miami, DaBaby pediu que a plateia levantasse seus celulares com as lanternas ligadas: “Todos que não apareceram hoje com HIV/AIDS, ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis mortais que farão você morrer em duas ou três semanas”. O rapper também fez comentários grosseiros sobre homens e mulheres gays, como mostra o vídeo.

“Garotas, se a buceta de vocês têm cheiro de água, levantem a lanterna do celular. Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, levantem a lanterna do celular”.

O rapper falou sobre o assunto no dia seguinte, na segunda-feira, durante uma live no Instagram Live. À ocasião, ele alegou que fãs gays e heterossexuais “gostaram de seu show ao vivo”. Horas depois, no Twitter, disse que as pessoas que convivem com o HIV têm “o direito de ficar chateadas” e que ele “não tinha nenhuma intenção de ofender”.

Comentários

Topo