Menu Papel POP
Projeto entra em breve nas plataformas de streaming (Foto: Divulgação/Leonardo Sandi)

Exclusivo: TRIPLX revisita cotidiano da periferia em “Salve Família”, novo álbum

Formada em 2015 por Lucas Koka Penteado e Rod Krieger, que depois se uniram a Martin Mendonça e Duda Machado, a TRIPLX surgiu durante um encontro nos bastidores de uma manifestação secundarista. O projeto, no entanto, só iria engatar no início de 2021.

Após colocar no mundo singles espaçados e produzir uma série de canções que ficou restrita à escuridão do baú, o quarteto finalmente lança um disco.

Disponíveis desde as 13h desta terça-feira (20), as 8 faixas de “Salve Família” chegam pelo selo Let’s Gig e tem distribuição da Altafonte Brasil. Remixadas por André T, também responsável pela master do projeto, as novidades convidam o ouvinte a dar um passeio pelo cotidiano da periferia, onde os holofotes muitas vezes não conseguem projetar sua luz.

“Existem muitos Lucas por aí, vivendo entre sonhos e dificuldades. Algumas letras são inspiradas no meu corre, outras nos corres de outras pessoas, que eu via sempre acontecendo perto de mim”, explica Penteado. Vocalista, ele se inspira em uma estética rap-rock tradicional dos anos 1980 e 1990 para cantar o “dia a dia da quebrada”.

Surge aí uma mescla de referências extraídas das raízes e da formação musical de cada um dos integrantes, seres que tentam compreender sob óticas inéditas e diversas realidades e sentidos. Destaque para as faixas “Chaplin”, “Eu Moro Lá” e “Tic Tac”, esta última responsável pela abertura de um lado B (que deve, em breve, ser lançado em vinil).

Ouça no player abaixo.

Comentários

Topo