Menu Papel POP
Artista lançou álbum mais recente, "Colores", em 2020 (Foto: Divulgação)

Cinco vezes que J Balvin apareceu nas playlists do ex-presidente Barack Obama

Quem acompanha o universo pop sabe que ter seu nome e obra nas playlists semestrais do ex-presidente norte-americano Barack Obama significa muito mais do que uma honra.

Respeitado internacionalmente, o mandatário, que também se divide entre as atividades de escritor, podcaster e da própria empresa voltada para a criação audiovisual tem muito bom gosto e sabe como influenciar seus milhões de seguidores.

Por essas e outras é possível dizer que o colombiano J Balvin tirou a sorte grande ao aparecer não apenas uma, mas cinco vezes nas listas de verão. A última delas foi com “Un Día”, single em parceria com Dua Lipa, Bad Bunny e Tainy.

Verdade seja dita: foram muitos os hits antecessores que pavimentaram o caminho para uma forte candidata a inclusão na estação seguinte. Neste mês de julho o boy from Medellín lançou, em parceria com o multipremiado produtor Skrillex, a faixa “In Da Guetto”. Trata-se de um mergulho em frequências mais agitadas, vibrantes, que as já tradicionais batidas do reguetón.

Ainda na incerteza sobre uma próxima (e provável!) aparição nos fones de Obama… o melhor a se fazer é relembrar grandes momentos. Latinos in the house? Tenemos!

2017: “Mi Gente”

Um dos grandes sucessos de Balvin para o público anglófilo, a faixa chegou ganhou produção do artista francês Willy William. Um remix ainda chegaria tempos depois de a mesma já ser considerada um sucesso para alavancá-la definitivamente ao topo. Os vocais de Beyoncé atravessaram qualquer expectativa e vê-la ao vivo no “Beychella” acabou sendo um dos grandes momentos do festival. Foi a primeira entrada na Summer’s playlist.

2018: “I Like It”

Com Cardi B e Bad Bunny seria impossível imaginar que uma música como “I Like It” pudesse ficar de fora das listas de reprodução. Além de ser infalível na função de fazer dançar, a faixa ainda conquistou recordes de reprodução mundo afora nas acirradas plataformas de streaming. Só no Spotify ela já contabiliza hoje mais de 1.253.097.783 plays. E segue contando…

O sucesso e a ode à latinidade foi tamanho que até Shakira quis levar a canção pro seu show no Super Bowl.

2019 (parte 1): “Baila Baila Baila”

“Baila Baila Baila” não é bem um mérito próprio de J Balvin. Isto porque o cantor surfou a mesma onda do parceiro Ozuna, autor da versão original da faixa. No entanto, o mais legal disso tudo é que com o remix o porto-riquenho botou na mira dos americanos outros 3 nomes importantes do reguetón. Com caminhos igualmente brilhantes, Anuel AA, Daddy Yankee e Farruko também participaram da empreitada.

2019 (parte 2) “Con Altura”

Falar dos sucessos recentes de Balvin e não citar Rosalía é um erro. A cantora catalã e o colombiano firmaram importantes parcerias nos últimos anos. Além de “Brillo”, presente no disco “Vibras” (2018), os artistas uniram forças com o produtor El Guicho para uma das melhores canções de 2019. “Con Altura”, apesar de ser um reguetón clássico, ganhou um clipe divertido e que emprega, ao menos visualmente, marcas fundamentais do trabalho da colega como a dança flamenca.

2020: “Un Día”

“Se lembra daquela época em que éramos felizes e não sabíamos?”, sussurra a atriz espanhola Úrsula Corberó, a Tokyo de “La Casa de Papel”. O questionamento surge logo nas primeiras cenas do vídeo de “Un Día”. É ela quem estrela a narrativa, gravada parcialmente em preto e branco. Mais uma vez Bad Bunny, Tainy… e DUA LIPA! De fato, o time de envolvidos é uma parceria improvável, mas que no fim das contas proporciona um resultado harmônico.

***

Qual música você incluiria nesta playlist? Conta pra gente! Abaixo segue uma reunião de todas essas canções, além das estreias mais recentes de Balvin, pra que você fique por dentro.

Comentários

Topo