Menu Papel POP
Clipe tem direção de Felipe Sassi (Foto: Divulgação)

O universo de IZA em “Gueto”: conheça as curiosidades e referências do clipe

IZA deixou todo mundo boquiaberto com a estreia de “Gueto“, single que abre sua nova era musical. Fazendo coro ao poder dos versos entoados pela Imperatriz, a faixa ganhou um videoclipe recheado de referências e homenagens na última sexta-feira (04).

Tudo começou com um vídeo narrado por Zezé Motta e Maju Coutinho divulgado no final de maio. Enigmático e elucidativo, o registro exalta a cultura do gueto, que simboliza raízes, um estilo de vida, arte e resistência. “Abre as portas para o gueto passar”, diz a jornalista da TV Globo.

Dá uma olhada:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IZA (@iza)

Aclimatados com o universo estabelecido pela cantora, o público recebeu o registro audiovisual de “Gueto” na tarde de ontem. Sob direção de Felipe Sassi, o clipe estabelece inúmeras camadas com a história da carioca e tudo que a inspira.

O roteiro e a direção criativa tem assinatura da própria IZA. A função é compartilhada pelo diretor Felipe ao lado de Indio (Victor Reiz), Poliana Feulo e Nídia Aranha. Antes de conhecer as curiosidades, reveja:

Abaixo, confira todas as curiosidades e referências do clipe “Gueto”: 

Moda e Cinema

O primeiro look apresentado foi inspirado no filme “101 Dálmatas“. Trata-se de uma versão mais divertida da Cruella. Um bom momento para trazer a estética, já que a vilã acaba de ganhar um filme protagonizado por Emma Stone.

Outra inspiração para a escolha da raça dos cachorros foi um um photoshot famoso de Naomi Campbell para a Vogue Britânica nos anos 90. A maquiagem do clipe também teve fortes referências da época, como as usadas pela modelo e pela cantora Lauryn Hill.

Sabe a cena do camarim? Ela foi toda desenhada e desenvolvida pela artista com Poliana Feulo, uma das diretora criativas do clipe. A estampa rosa exclusiva foi criada para o registro e aparece no figurino e no cenário de todo esse take.

Posteriormente, a cantora aparece usando um figurino da estilista Marine Serre, que também foi usado por ninguém menos que a cantora Beyoncé no clipe de “Already“, lançado em julho do ano passado. Uma curiosidade? Durante a gravação dessa cena, usando essa roupa, IZA foi picada por uma abelha no set de filmagem.

Temos mais easter eggs do mundo fashion? Temos sim! A peruca de tampinha de garrafas em uma das cenas também teve uma inspiração de uma artista importante para IZA, a cantora Erykah Badu. Chique demais!

Acha que as inspirações cinematográficas param por aí? Nada! O momento em que IZA passa assinando vários contratos com um pincel em um corredor é a reprodução de uma cena do filme “O Quinto Elemento”, de 1997. No longa, o personagem Ruby Rhod (Chris Tucker) passa por um corredor dando autógrafos com um pincel, ele também usa um cabelo afro e estampa animal print.

Falando de cinema, os planos abertos e algumas cenas, incluindo essa abaixo e as que surgem durante os créditos, lembram muito “Faça a Coisa Certa”, um marco da carreira de Spike Lee. O drama racial do cineasta foi lançado em 1989.

Universo de IZA

Adentrando nas referências do mundo profissional e da discografia da artista, inicialmente o clipe apresenta 3 cachorros num Porsche com IZA. Foi uma brincadeira com o trio DOGZ (Pablo Bispo, Ruxell, Sergio Santos), responsável pela produção e composição de “Gueto”.

Também na abertura do clipe, uma mulher grita “Rafael!”. A escolha do nome não foi a toa, Rafael Rossatto é o nome do empresário e amigo da cantora.

Mais a frente, você viu aqueles produtos que aparecem nas cenas de comerciais? Existem easter-eggs ali também. Um é o creme de cabelo hidratante chamado IZA e o outro são as joias “MEU TALISMÔ, um lembrete ao single lançado em agosto de 2019.

Raízes

Alguns detalhes da locação foram pensados para remeter as raízes da artista, como o número 484 em uma das paredes – que é a conhecida linha de ônibus que vai de Olaria, Zona Norte do Rio e bairro de origem da IZA, a Copacabana, na Zona Sul. A padaria com o nome Estrela de Olaria também foi uma dessas brincadeiras, ela reproduz fielmente uma padaria da esquina da Rua Uranos com a Rua João Rêgo, em Olaria.

A Igreja da Penha é um dos cenários do clipe e velha conhecida da cantora. Seu bairro natal, Olaria, fica logo ali ao lado e ela sempre ouvia os sinos da Igreja das missas aos domingos.

Na cena em que IZA samba, o pavilhão original da Imperatriz Leopoldinense aparece. Ele foi enviado pela escola especialmente para a gravação do clipe. Esse protocolo foi flexibilizado porque a regra não permite que a bandeira deixe a quadra da escola.

Nos últimos segundos do vídeo, surgem as kombis brancas, símbolo nacional, que representam as lotações tão utilizadas como meio de transporte nos subúrbios do país.

Vamos falar de resistência? Há um take da bandeira do Brasil sendo pintada no chão enquanto IZA canta a música. Essa reprodução foi criada propositalmente sem o letreiro de “Ordem e Progresso”.

Agora, nossa dica é rever o clipe sabendo de todas essas curiosidades. Ouça também a lenda no streaming:

Spotify | Deezer | Apple Music

Comentários

Topo