Menu Papel POP
Artista lançou em 2020 o projeto Cinephonia, que resgata gravações raros da carreira (Foto: Divulgação)

Marisa Monte anuncia “Portas”, primeiro disco de inéditas em quase uma década

Após fazer suspense em seu perfil no Instagram deletando todas as postagens anteriores, Marisa Monte revelou nesta quinta-feira (3) a estreia de “Portas“. É o primeiro projeto musical da artista em quase dez anos.

“Nada melhor que o silêncio pra sentir, pensar e fazer música. No início do ano de 2020 eu tinha muitas músicas prontas. Meu plano era em maio entrar no estúdio e começar a gravar um álbum”, conta ela em comunicado divulgado nas redes sociais.

“Seria meu primeiro disco solo de inéditas, mas em março de 2020 aconteceu o que ninguém poderia imaginar. As portas se fecharam e a vida de todo mundo se encheu de incertezas e ficou difícil fazer planos. Um amigo meu me disse que a vida tem seu próprio GPS, e que toda vez que a gente perde uma oportunidade começa logo a recalcular a rota em busca de uma saída”.

Mais detalhes como música de trabalho e data de estreia devem ser revelados em breve. O LP mais recente da artista, “O Que Você Quer Saber de Verdade”, chegou às lojas em outubro de 2011 trazendo sucessos como a própria faixa-título e “Ainda Bem”. Desde então, Monte tem se dedicado a projetos paralelos e de revisitação.

Em 2019, ela embarcou em uma turnê esgotada com os amigos Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown, oficializando o primeiro encontro d’Os Tribalistas em 15 anos. Juntos, eles também lançaram um segundo disco.

Durante a pandemia, Marisa resgatou ainda uma série de conteúdos inéditos, que culminaram no projeto digital Cinephonia. A proposta exibe partituras, arquivos audiovisuais, fotografias e gravações, entre elas a do show “Memórias”, gravado em 2001.

Comentários

Topo