Menu Papel POP
A cantora tem apenas 23 anos (Reprodução)

Capa da Variety, H.E.R fala sobre ascendência, novo álbum e vontade de ter sucesso como atriz

MAIS SOBRE:

H.E.R. está na capa da nova edição da Variety! À revista, ela concedeu uma entrevista para falar sobre os recentes prêmios que levou no Oscar e Grammy, dando foco para como chegou aonde está.

Tanto sucesso não veio sem esforço: “Muitos sacrifícios foram feitos, especialmente pelos meus pais”. A artista lembra que, na adolescência, teve que faltar a escola por dias para ir a Nova York. A intenção era estudar música de forma independente em estúdio.

Ela também teve dificuldades na infância por ser “muito asiática para as crianças pretas e muito preta para as crianças filipinas”. “No ensino fundamental, todos eram maus e brutais. Era sobre se encaixar”, comentou.

Hoje, H.E.R. se orgulha das próprias origens: “Meus pais são de dois mundos completamente diferentes e acho que isso me faz mais completa, mas sempre houve aquele difícil e estranho ‘sou um pouco diferente'”.

Aos 23 anos, com quatro Grammys e um Oscar, a cantora espera ser um exemplo para outras garotas e tem a ambição de conquistar prêmios no Tony e no Emmy até quando tiver 30 anos. “Ainda tenho sete anos [para isso]”.

Cheia de foco, além de ser uma grande musicista, ela diz que quer fazer sucesso como atriz depois de já ter trabalhado no ramo durante a infância.

Na entrevista, foi garantido que H.E.R. tem muito mais a mostrar para o mundo. “Meus primeiros lançamento foram apenas uma pequena parte de quem sou musicalmente, e era uma questão de tempo até que eu pudesse revelar outras”, confessou antes de dizer que é fã de Coldplay, Led Zeppelin e Radiohead.

Sobre o novo álbum, ela adiantou: “Liricamente, não é apenas uma coisa. São várias emoções diferentes, perspectivas e coisas que senti nos últimos anos. Agora que as pessoas entraram no meu mundo e têm um entendimento melhor, eu posso dar mais”.

Comentários

Topo