Menu Papel POP
Projeto visa reconstrução do Centro de Documentación del Son Jarocho (Foto: Divulgação)

Natalia Lafourcade faz festa com música latino-americana em “Un Canto Por México, vol.2”

Quando Natalia Lafourcade finalizou as gravações do primeiro volume de “Un Canto Por México“, disco vencedor do Grammy em 2021, muito provavelmente não imaginava que os trabalhos do projeto seguinte fossem realizados em uma dinâmica de isolamento. O show beneficente, que teve seu repertório outrora transformado em disco, ganha uma nova leva de canções nesta sexta-feira (28) – fruto de produção à distância.

Foi seu estúdio na costa de Veracruz, no México, que a artista recebeu as vozes de amigos pertencentes a diferentes gerações e regiões. Nesta festa musical que celebra a longevidade de uma cultura plural, comovente e visceral, os convidados são, por critério, amantes da própria terra.

Além de Mon Laferte, com quem divide os vocais no aguardado medley “La Trenza/Amor Completo”, a “musa” também canta com Caetano Veloso. Juntos, eles entoam a faixa “Soy Lo Prohibido” – um aceno para a incursão do músico pela música hispano-americana feita com fôlego nos anos 1990.

Quem abre os trabalhos é o manifesto “Nada es Verdad”, fandango em colaboração com o grupo Los Cojolites descrito como “uma canção que tem a força de um vulcão, em que encontramos a voz dolorida e fraturada de grande parte da humanidade, de nossas comunidades, todos os tipos de comunidades”.

Junte-se ao festim de “Un Canto Por México, vol.2”. Escute em seu tocador de preferência clicando aqui.

Comentários

Topo