Menu Papel POP
Primeiro volume de "Un Canto Por México" venceu Grammy de Melhor Álbum de Música Regional Mexicana (Foto: Divulgação)

Natalia Lafourcade introduz novo disco com bolero; ouça “Cien Años”, parceria com Pepe Aguilar

Como fazer a música tradicional chegar ao público jovem? Este foi um dos tantos questionamentos que a cantora mexicana Natalia Lafourcade fez a si mesma quando decidiu passear, anos atrás, pelo cancioneiro clássico nacional.

Após o disco “Mujer Divina” (2014), uma homenagem ao ícone do bolero Agustín Lara, e outros dois trabalhos bem-sucedidos dedicados às “Musas” da canção folclórica latino-americana, a artista viu que os caminhos não impotavam tanto quando se cantava com o coração. Era possível.

Vencedora de dois prêmios Grammy Latino e um Grammy norte-americano pelo disco “Un Canto Por México, vol.1”, trabalho que reúne o repertório de uma apresentação beneficente realizada em favor do Centro de Documentação de Son Jarocho (Veracruz), ela agora prepara o terreno para a estreia de um segundo volume.

Após regravar a antológica “Alfonsina y el Mar”, canção reconhecida internacionalmente pela interpretação de Mercedes Sosa, Lafourcade liberou nas plataformas digitais neste fim de semana o single “Cien Años”.

Se com as composições de Agustín Lara seu objetivo foi fazer uma desconstrução, aqui ela mergulha de vez no bolero ao lado de Pepe Aguilar.

“Em uma tentativa de nunca esquecer o concerto beneficente que fizemos e mantê-lo gravado para sempre, fomos inspirados a gravar as músicas que preparamos e entregamos com cuidado e amor”, diz a cantora, em nota.

“A música desses dois volumes nos acompanhou durante o processo de reconstrução do CDSJ e parece uma vida. Vieram momentos estranhos e difíceis, a certa altura parecia que não iríamos conseguir, mas aqui estamos. Com um projeto musical que anda de mãos dadas com uma causa e uma grande comunidade, que tem surpreendido com sua vida, força, espírito e florescimento”.

No clipe, uma animação, o protagonismo está centrado em três figuras que vivem um enredo à la “efeito dominó”. São elas um passarinho, um gigante e a lua, os três perdidos de amor entre si. É o começo de um novo capítulo dessa jornada que tem como destino o coração de quem ouve.

“Un Canto Por México, vol. 2” ainda não teve sua data de estreia revelada. Enquanto isso, ouça o primeiro volume em seu tocador favorito.

Spotify | Deezer | Apple Music

Comentários

Topo