Menu Papel POP
Material reúne partituras de todas as faixas gravadas pela artista, de 1979 a 2021 (Foto: Divulgação/Candé Salles)

Marina Lima passeia por toda a trajetória em novo songbook; EP com inéditas também já está entre nós

Marina Lima meteu o pé na tábua há quarenta anos com o desejo de cantar. Fez canções viscerais ao lado do irmão, Antônio Cícero, e embalou românticos solitários com uma sucessão alucinada de hits. Vieram “Full Gás”, “Pra Começar”, “Não Sei Dançar”, “Acontecimentos”…

Ao longo do tempo, a artista soube atender aos chamados de Clio, musa grega da criatividade, e se revelou, sem pudor, o desejo de ser todas.

Foram acontecimentos também suas parcerias com Cazuza e Fernanda Young, com quem dividiu estúdio e palco nas mais variadas funções. Subversiva, ousada, intensa, Marina Lima tem hoje muito o que celebrar.

Nesta sexta-feira (9), a artista estreia um projeto musical duplo: simultaneamente, em formato digital, os fãs têm acesso a “Motim”, um EP com quatro faixas inéditas (o primeiro do gênero desde o disco “Novas Famílias”, lançado em 2017).

Além da excelente faixa de abertura “Pelos Apogeus”, registro voz e guitarra perfeito pra ouvir à meia-luz, há também uma parceria com Mano Brown em “Nóis”.

Para músicos, fãs, estudiosos e colecionadores, surge ainda o livro “Música e Letra”, que por sua vez reúne pela primeira vez todas a transcrição de todas as composições do catálogo, bem como suas respectivas partituras. O material pode ser baixado gratuitamente no site oficial da artista, clicando aqui.

Ouça “Motim” em seu tocador favorito.

Comentários

Topo