Menu Papel POP
Entrevista teve como foco nova campanha para a grife Marc Jacobs (Foto: Reprodução)

Lourdes León fala à Vanity Fair sobre memórias com a mãe, Timothée Chalamet e “sonho” de ser atriz

A modelo Lourdes León, hoje um dos principais rostos à frente de campanhas de grifes como Miu Miu, Stella McCartney e, mais recentemente, Marc Jacobs, topou falar com a revista Vanity Fair sobre temas variados.

Em uma espécie de “bate-bola jogo rápido” (segundo o autor, várias vezes interrompido por aparições inesperadas de Madonna ao fundo), Leon respondeu perguntas aleatórias sobre desafios, sonhos e encontros.

Um dos tópicos foi justamente as memórias que guarda do Fiorello H. LaGuardia High School of Music and Art, renomada escola de artes em que conheceu os atores Ansel Elgort e Timothée Chalamet, seu primeiro namorado. “Tenho um imenso respeito por ele [Timothée], tivemos uma coisinha, algo assim”.

Sobre o novo chefe, o estilista Marc Jacobs, Lourdes, que tem hoje 24 anos e é fruto do relacionamento de Madonna com o “guru fitness” Carlos Leon, disse se lembrar da primeira vez em que esteve em seu estúdio aos 12 anos para que a mãe fizesse fotos de uma campanha. “Fiquei super fascinada com as tatuagens dele”.

Além das leituras (ela revelou estar lendo “White Fragility”, de Robin DiAngelo, “All About Love”, de bell hooks, e “Between the World and Me”, de Ta-Nehisi Coates), houve espaço para pautas como vitórias do cotidiano – entre elas, tirar a carteira de habilitação e ser capaz de motivar amigos, os quais definiu como “a maioria depressiva ou ansiosa” por conta do atual contexto.

A entrevista, que pode ser lida na íntegra em inglês, traz ainda a modelo brincando sobre “estar pronta para um desafio cinematográfico: interpretar Madre Teresa de Calcutá” em algum filme no futuro.

 

Comentários

Topo