Menu Papel POP
Novo disco da banda, o primeiro em 5 anos, chega em junho (Foto: Reprodução/YouTube)

Garbage revive inferninhos e rock político no clipe de “No Gods No Masters”

Quando o fim da pandemia parece ser a última coisa a surgir no horizonte do Brasil, o Garbage lança um clipe que vai fundo no desejo de evocar paisagens afetivas. A faixa de trabalho da vez, lançada nesta terça-feira (28) é “No Gods No Masters”, single que dá título ao álbum de inéditas previsto pra junho.

Reunido sob as luzes de neon (e provavelmente já vacinado), o quarteto vai a um inferninho, uma dessas casas de show apertadas que costumava receber pencas de espectadores pra espetáculos de rock. Um espaço sequer cogitado pra qualquer evento no tempo presente.

Enquanto canta junto aos parceiros de banda, Shirley Manson faz também um aceno ao bom e velho rock provocador, que tem entre suas principais funções questionar os falsos profetas e a culpa auto infligida pela religião. A direção é de Scott Stuckey.

Com uma capa inspirada na versão de Caravaggio da história de Davi e Golias, a música surgiu enquanto a artista acompanhava os delicados e recentes momentos de convulsão e lutas sociais vividos pelo Chile. Nas palavras dela:

“Estava em Santiago durante os protestos ali, que foram muito emocionantes. Andávamos pela cidade e ela estava coberta de pichações, em todos os antigos museus e palácios. E eu fiquei chocada. Foi nesse momento que as pessoas incríveis com quem eu estava disseram: ‘Mas por que você está tão chocada? Estamos protestando contra a violência a vidas humanas e as propriedades, edifícios e monumentos que foram danificados aqui que te chocaram’. E, de fato, os seres humanos estão sendo massacrados, e é nisso que você deve se concentrar. Isso foi como um tapa na cara”.

Garbage is back

O novo projeto duplo da banda apresentará ao público 19 faixas – 11 delas inéditas algumas surpresas, reservadas a um segundo volume, por sua vez, dedicado a releituras de faixas como “Starman” e “Because The Night”, ambos clássicos de David Bowie e Patti Smith.

Pra tornar essa espera menos amarga, uma primeira amostra já foi liberada. “The Men Who Rule the World”, canção-protesto contra o sexismo, o racismo e a misoginia ao redor do mundo, estreou em março com direito a videoclipe. A direção é do cineasta chileno Javi.MiAmor.

O pre-save do álbum já está disponível. Clique aqui para fazê-lo.

Comentários

Topo