Menu Papel POP
Artista possui agora 22 troféus, contra 18 da colega falecida em 2012 (Reprodução)

Beyoncé quebra recorde de Whitney Houston em número de vitórias no NAACP Image Awards

A lista com os vencedores do NAACP Image Awards, premiação concedida aos cidadãos afro-americanos mais influentes do cinema, televisão e música do ano, foi revelada nesta sexta-feira (27). O que pode, ou não, causar certa surpresa é o fato de que Beyoncé repetiu a boa performance do Grammy e se tornou, com as vitórias desta edição, a artista que mais recebeu troféus na história da honraria, entregue há 52 anos de forma ininterrupta.

Organizada pela Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor (NAACP), a cerimônia concedeu a ela a vitória em 4 das 7 categorias em que estava indicada – somando agora um total de 22 estatuetas. Antes, a vencedora era Whitney Houston, que exibia em casa 18 prêmios.

Em 2021, a mãe de Blue Ivy Carter levou a melhor nas nomeações que teve como Melhor Artista Feminina, Melhor Videoclipe/Álbum Visual (por “Brown Skin Girl”), Melhor Música Hip-Hop/Rap (por “Savage” – Remix, com Megan Thee Stallion) e Melhor Colaboração, Dupla ou Grupo (também por “Savage” – Remix).

Quem brilhou

Vamos fazer um passeio breve pelas categorias de música? Ainda no embalo de “Savage” e demais colaborações, olha só quem também mandou bem: o duo Chloe x Halle, assistido pela ex-Destiny Child, recebeu em casa os troféus de Melhor Duo, Grupo ou Colaboração (tradicional) e Música de Soul/R&B, este último por “Do It”. Um nome pra ficar de olho também é o de Jhené Aiko, galardoada com a estatueta de Melhor Álbum por “Chilombo”.

Com transmissão online, as categorias não televisionadas foram exibidas no site da NAACP ao longo da última semana com apresentação de Nicole Beharie, Leslie Jones e Susan Kelechi Watson. A cerimônia oficial, vale lembrar, vai ao ar neste sábado (27) com aparições de aparições de Michelle Obama, Alicia Keys, Arsenio Hall, Cynthia Erivo, Lin-Manuel Miranda, Regina King e mais.

O ator Eddie Murphy, que neste momento colhe os frutos de sua atuação no longa “Um Príncipe em Nova York 2”, também deve ser homenageado.

Conheça os vencedores de algumas das principais categorias

Melhor artista feminina
Beyoncé

Melhor artista masculino
Drake, por “Laugh Now, Cry Later”

Melhor duo, grupo ou colaboração (tradicional)
Chloe x Halle, por “Wonder What She Thinks Of Me”

Melhor duo, grupo ou colaboração (contemporâneo)
Megan Thee Stallion e Beyoncé, por Savage Remix

Melhor álbum
Jhené Aiko. por “Chilombo”

Melhor música de soul/R&B
Chloe x Halle, por “Do It”

Melhor música de rap/hip hop
Megan Thee Stallion e Beyoncé – “Savage”, Remix

Melhor artista revelação
Doja Cat, por “Say So”

Melhor produtor do ano
Hit-Boy

Melhor videoclipe/álbum visual
Beyoncé, WizKid, SAINt JHN e Blue Ivy Carter, por “Brown Skin Girl”

Melhor trilha sonora/álbum de compilados
Trent Reznor, Atticus Ross, Jon Batiste and Tom MacDougall, por “Soul”

Melhor música gospel/cristã
Tamela Mann, por “Touch From You”

Melhor álbum gospel/cristão
The Clark Sisters, por “The Return”

Melhor álbum de jazz instrumental
Jon Batiste, por ” Music from and Inspired by Soul”

Melhor álbum de jazz vocal
Somi, por “Holy Room Live at Alte Oper”

Melhor música internacional
Original Koffee, por “Lockdown”

Melhor série de comédia
“Insecure”

Melhor ator em série de comédia
Anthony Anderson, por “black-ish”

Melhor ator coadjuvante em série de comédia
Deon Cole – “black-ish”

Melhor atriz coadjuvante em série de comédia
Marsai Martin – “black-ish”

Melhor ator coadjuvante em longa-metragem
Chadwick Boseman – “Da 5 Bloods”

Melhor atriz coadjuvante em longa-metragem
Phylicia Rashad – “Jingle Jangle: A Christmas Journey”

Melhor elenco de longa-metragem
“Ma Rainey’s Black Bottom”

Melhor desempenho e inovação em longa-metragem
Madalen Mills – “Jingle Jangle: A Christmas Journey”

Melhor progresso criativo em longa-metragem
Nadia Hallgren – “Becoming”

Melhor filme independente
“The Banker”

Melhor filme internacional
“NIGHT OF THE KINGS”

Melhor série de drama
“Power Book II: Ghost”

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática
Clifford “Method Man” Smith – “Power Book II: Ghost”

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática
Mary J. Blige, por “Power Book II: Ghost”

Melhor filme para televisão, série limitada ou especial dramático
“Self Made: Inspired by the Life of Madam C.J. Walker”

Melhor ator coadjuvante em filme de TV, minissérie ou especial de drama
Blair Underwood – “Self Made: Inspired by the Life of Madam C.J. Walker”

Melhor atriz coadjuvante em filme de TV, minissérie ou especial de drama
Octavia Spencer – “Self Made: Inspired by the Life of Madam C.J. Walker”

 

Comentários

Topo