Menu Papel POP
Photography Phil Knott

24k Goldn conta ao Papel Pop sobre o hit “Mood”, parceria com Anitta e Justin Bieber, e vida na pandemia

Viral nas redes sociais e dono de muito talento, conversamos com o rapper e compositor americano 24K Goldn, dono do hit “Mood”. O single que tomou conta do TikTok, ganhou remix com Justin Bieber e J. Balvin e até foi a faixa escolhida por ninguém menos que Donald Glover para anunciar a série de Sr. e Sra. Smith para a Amazon Prime Video. É, não estamos falando que qualquer música não, viu… Outra faixa que o jovem de 20 participou e que você conhece? “Me Gusta” da Anitta e Cardi B! “A Anitta é a minha garota! Uma das pessoas mais doces e determinadas que eu já conheci!”, contou o cantor que não hesitou em mostrar sua empolgação quando o assunto foi sobre o Brasil.

Vem curtir o remix “Mood”: 

 

Golden também contou pra gente um pouco de como foi a sua jornada até o topo dos paradas e como se sente com todo o sucesso e reconhecimento: “Estou feliz demais! Não é por nada não, mas eu provavelmente estou tendo a melhor pandemia de todas.” A entrevista na íntegra você confere abaixo: 

 

PAPELPOP: Conta pra gente um pouco sobre a sua jornada na carreira musical! 

24k Goldn: Claro! A música é a minha linguagem desde os meus 2 anos de idade – quando eu brincava de batucar num balde de plástico amarelo. Eu levava essa bateria pra qualquer lugar e me apresentava [risos]. Eu era só uma criança, e fui por um bom tempo. Foi no colégio quando as coisas mudaram e o meu amigo Paper Boy tinha um estúdio e deixava eu ir lá pra ver as coisas, algo que eu fiz desde os meus 13 anos de idade. Aí eu usava o estúdio, gravava no estúdio dele e aprendi muita coisa com ele: desde escrever até coisas mais técnicas. Eu me lembro que quando eu fiz a minha primeira música, eu mandei mensagem para literalmente todos do meu colégio, eu implorava para que as pessoas ouvissem e no dia seguinte do lançamento, eu andava pelos corredores da escola me sentindo o cara [risos]!  No recreio as pessoas estavam ouvindo a minha música e era legal demais! Claro que tinham os haters, mas isso faz parte quando você entra pro rap, mas eu posso te dizer que mais pessoas gostaram do que odiaram! 

 

PP: E agora você está aí! Cheio de sucesso! 

24k Goldn: Mano, sim! Me formei no colégio, consegui uma bolsa de estudos na Universidade do Sul da Califórnia, 3 meses depois do meu primeiro semestre, eu assinei um contrato com a gravadora, saí da faculdade, gravei minha música “Valentino”, ninguém escutou a música! Três anos depois a música viraliza do nada no TikTok e agora estou aqui conversando com você! Foi uma jornada muito doida, cheia de altos e baixos! 

 

PP: Como você tem lidado com esses altos e baixos?

24 Goldn: Eu acho que muito bem! Ainda estou feliz e sorrindo [risos]! 

PP: Ainda mais durante uma pandemia! Todo esse sucesso acontecer durante a pandemia é uma loucura, não?

24k Goldn: Olha, eu não quero me gabar, mas eu tive a melhor pandemia de todas [risos].

 

PP: E meus parabéns em todo o sucesso de “Mood”! É uma música tão boa que não me deixa nervosa quando escuto literalmente em qualquer lugar [risos]. Como foi o processo de desenvolvimento da faixa? 

24k Goldn: Honestamente, fazer “Mood” foi um acidente! Foi bem no começo da pandemia, eu fui na casa de um amigo jogar Call Of Duty, e um deles começou a tocar violão de boa, e eu sem pensar, comecei a cantar o que é hoje o refrão de “Mood” e aí o meu amigo pausou o jogo e disse pra eu gravar aquilo o mais rápido possível e foi o que eu fiz! Obrigado, Ian [risos]!

 

PP: Como “Mood”chegou ao ponto de ter um remix com o Justin Bieber e o J. Balvin? E qual a sua relação com eles?

24k Goldn: Eu era uma daquelas crianças da quinta série que falavam que odiavam o Justin Bieber, mas na verdade chorava ouvindo “Baby” no quarto, sabe [risos]? Mas eu ficava irritado porque as meninas surtavam com ele e tipo, o Justin nem sabiam que elas existiam! Eu estava ali o tempo todo! Mas hoje em dia eu sou fã abertamente do Justin e ter ele na música é algo que preenche um espaço nostálgico muito especial em mim, e é claro que vai trazer muitos fãs novos e tal, mas no final do dia pra mim é sobre ter uma música com alguém que eu escuto desde pequeno, sabe? E o J. Balvin é um absurdo! O cara é genial e ver ele fazendo música é inspirador demais e ele é aquele tipo de artista que consegue fazer de uma música gigante, maior ainda! Eu adoro como ele expande o público e consegue transformar qualquer música em um hit global. 

 

PP: Como eu havia falado, suas músicas viralizaram no TikTok e eu queria saber como você enxerga o consumo de música atualmente graças a plataforma.

24k Goldn: Acho que o segredo está que a nossa geração não quer saber de vídeos de 15 minutos, mas sim os de 15 segundos. Nós queremos a informação o mais rápido possível e é por isso que o TikTok é tão bom! As pessoas estão fazendo música com uma estrutura mais rápida: refrão, verso, refrão e até mais! Fui [risos]! 

 

PP: Você tem alguma música favorita do TikTik no momento? 

24k Goldn: Todas as minhas! Brincadeira, eu gosto daquela “Greek Tragedy” do The Wombats. 

PP: Parte de mim queria ser surpreendida e ouvir você falando “Drivers License” da Olivia Rodrigo, mas fazer o que… [risos]

24k Goldn: [Risos] Shoutout para a Olivia, mas não! Drivers License foi a música que tirou “Mood” do topo das paradas! Nada como um reboot de High School Musical pra fazer isso né [risos]. 

 

PP: Você trabalhou com tantos artistas já: Youngblood, Clean Bandid, Mabel, Fetty Wap, a nossa Anitta! O que você espera de uma colaboração?

24k Goldn: Nesse momento da minha carreira são duas opções: ou eu realmente gosto da música, ou eu tô ganhando muita grana da gravadora! Ou os dois! Idealmente são os dois [risos]! Eu gosto de trabalhar com pessoas que fazem da colaboração algo natural e que a gente consiga criar uma certa relação, entende? É sobre curtir o momento. 

 

PP: Alguma colaboração dos sonhos?

24k Goldn: Drake, Young Thug e Billie Eilish. Meu top 3. 

PP: Adoraria ver você trabalhando com a Billie! Isso faz muito sentido pra mim! 

24k Goldn: Eu adoro o som dela e a autenticidade que ela trás pra indústria. 

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by EL DORADO (@24kgoldn)

PP: Precisamos falar sobre a Anitta! Como foi trabalhar com ela em “Me Gusta”?

24k Goldn: A Anitta é a minha garota! Uma das pessoas mais doces e determinadas que eu já conheci! Ela não tá nem aí! Ela não quer saber o que os outros pensam dela e a confiança que ela tem é bizarra de inspiradora. 

 

PP: O que mais você conhece do Brasil? 

24k Goldn: Era pra eu ter ido para o Brasil quando eu era criança porque eu fiz capoeira por 7 anos, então eu sempre tive um grande respeito e valorização pela arte e cultura brasileira. E pelas mulheres brasileiras, claro [risos].

 

PP: Não conhece nada da nossa música? 

24k Goldn: Não! O que você me recomenda?

PP: Você deveria pesquisar sobre o funk brasileiro! Acho que vai gostar! As letras não são as mais positivas, mas a batida é boa demais e é popular demais entre os jovens brasileiros. 

24k Goldn: Tô tranquilo em relação às letras porque de qualquer jeito eu não vou entender o que está sendo cantado [risos], mas pode deixar que eu vou pesquisar aqui assim que a entrevista acabar. 

PP: [Risos] Verdade! 

 

PP: Gosto sempre de perguntar para artistas novos três coisas: artista, álbum e filme favorito! Boa sorte [risos]!

24k Goldn: [Risos] Ok, vamos lá… Thriller do Michael Jackson e 808s and Heartbreaks do Kanye são os meus álbuns favoritos. Artista? Eu vou dizer o Kanye porque o impacto que ele teve na minha vida e crescimento como artista foi gigante. E o filme tem que ser Soul da Disney! Bom demais! 

 

PP: É incrível! Minha última pergunta para finalizarmos essa entrevista é para que você descreva sua música em 3 palavras.

24k Goldn: It’s. Just. Golden. 

***

Ouça 24k Goldn nas plataformas:

Spotify | Deezer | Apple Music

Comentários

Topo