Menu Papel POP
Cantores se conheceram em 1998, no Rio de Janeiro (Fotos: Divulgação)

Milton Nascimento relembra encontro com Björk no Brasil: “Inesquecível”

Quem é fã de global music sabe que um dos encontros mais interessantes já realizados entre astros da música (e talvez, mais inesperados também) foi o de Milton Nascimento e Björk. Em 1998, durante sua passagem pelo Brasil pra divulgar o álbum “Homogenic”, a cantora islandesa recebeu no camarim do extinto Metropolitan, no Rio de Janeiro, ninguém menos que um dos maiores nomes da MPB.

Nesta terça-feira (23), Bituca usou seu perfil no Instagram para resgatar fotos da ocasião, descrita como “inesquecível”. “Quando Björk veio ao Brasil, contou em uma entrevista que quando chegou ficou bêbada com algumas pessoas ouvindo minhas músicas”, escreveu.

“Ela conheceu meu trabalho ouvindo ‘Travessia’ na voz de Elis, e depois gravou a música também cantando em português. Gravei ‘Travessia’ no meu primeiro disco com arranjo do Eumir Deodato, ele também fez o arranjo pra ela.”

Os dois voltariam a se ver em 2007, durante uma nova passagem da artista pelo País, desta vez com o show “Volta”. Deodato, citado por Milton, foi segundo a própria Björk, em entrevista ao jornal O Globo, quem lhe abriu as portas da MPB. “Ele me mostrou muita coisa de música brasileira, mas ainda quero conhecer mais. Os nomes que posso citar, Milton, Elis e Tom Jobim, talvez não sejam mais ouvidos pelos jovens aqui”.

Assumidamente fã da banda Sepultura, a cantora também disse que cogitou assistir ao show “Tambores de Minas”, espetáculo que Milton apresentava à época. No entanto, por questões de agenda, a retribuição não aconteceu.

Ouça a regravação de “Travessia” citada por Milton no player abaixo.

Comentários

Topo