Menu Papel POP
Nome da cantora ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter após repercussão de falas (Foto: Divulgação)

Ludmilla, Emicida, Linn da Quebrada e mais falam de Karol Conká no BBB21

A 21ª edição do Big Brother Brasil tem dado o que falar nas redes sociais. Após uma série de embates com Lucas Penteado horas depois da festa Herança Africana, realizada no último dia 30 de janeiro, o comportamento de Karol Conká em relação ao colega de confinamento se tornou protagonista de uma discussão generalizada.

Além de condenar com frequência as atitudes tomadas pelo brother, a cantora assumiu uma dura postura, considerada por muitos espectadores uma espécie de punição ou tortura psicológica. Nesta última segunda-feira (1º), por exemplo, ela o impediu de se sentar à mesa durante uma das refeições e, à noite, durante o Jogo da Discórdia, trocou farpas com o ator. Penteado a acusou de ser “uma canceladora”.

A classificação foi prontamente respondida por Karol: “Respeita a mamacita”.

Ao longo dos últimos dias, do lado de fora da casa, vários colegas fizeram comentários sobre suas posturas. Ludmilla, por exemplo, citou na tarde de ontem o fato de Conká ter questionado a religiosidade de Penteado. A artista também se comprometeu a puxar um mutirão de votações, caso ela vá ao paredão.

Também no Twitter, a cantora Gaby Amarantos se disse em choque com a crueldade de Karol para com os demais colegas de confinamento.

Vencedora do reality show “A Fazenda”, Jojo Todynho disse em uma sequência de Instagram Stories que também se decepcionou com a artista. “Lacre menos”.

Sem citar nomes, o ator Lázaro Ramos fez uma análise da situação de Penteado na competição, dizendo que as atitudes tomadas por seus colegas e a pouca escuta tem provocado “gatilhos”.

Rainha das lives e grande espectadora de reality shows, a cantora Tereza Cristina disse que a experiência de assistir ao programa tem sido difícil. “Meu estômago tá embrulhado até agora”.

Entre as reações mais comedidas, a cantora Maria Rita, que também tem acompanhado os desdobramentos da competição, compartilhou um tuíte em que a autora, em uma analogia à postura de Karol Conká na casa, reflete sobre o que pode ou não ser considerado um “cancelador”.

O rapper Emicida, por sua vez, se restringiu aos emojis.

A atriz e cantora Linn da Quebrada, por sua vez, trouxe um questionamento sobre a cultura do cancelamento e suas ferramentas de punição – tópicos que tem pautado tanto a ação dos confinados no jogo, quanto o público que o assiste. “A única forma de lidarmos com o cancelamento que tá rolando na casa é cancelando a Karol também?”, escreveu em uma thread.

Anitta também corroborou a ideia por meio de uma série de vídeos.

Acusações

Além dos problemas com Lucas Penteado, Karol Conká segue recebendo críticas por falas equivocadas, feitas na última semana. Em uma primeira ocasião, ela ao afirmar que queria se vestir de travesti em um profundo desconhecimento e confusão de terminologias. “As pessoas tem que entender que o travesti é uma arte, um movimento”.

Dias depois, ao se referir à maneira de ser da advogada Juliette, natural do Estado da Paraíba, Conká deu a entender que recebeu uma melhor educação por ser de Curitiba, no Paraná. “Me disseram que lá na terra dessa pessoa é normal falar assim. Eu sou de Curitiba, é uma cidade muito reservadinha”. Ainda junto a Fiuk, ela também satirizou o sotaque da sister. Ambos os comentários foram considerados de cunho xenofóbico.

Nomes como o humorista Whindersson Nunes e a cantora Flay, participante do BBB20, criticaram a colega. O festival Rec-Beat, um dos maiores e mais tradicionais do Recife, também informou por meio de nota que checa neste momento a possibilidade legal de cancelar uma apresentação da artista já gravada. O show seria exibido na próxima edição da festa, realizada em meados de fevereiro de forma virtual.

Na internet, uma petição chegou a ser assinada por mais de 200 mil pessoas pedindo a expulsão da cantora do programa. A justificativa seriam atitudes que poderiam configurar violência psicológica.

Posicionamento

A assessoria de Karol Conká publicou uma nota na última segunda-feira (1º) em que reconheceu os erros da confinada e pediu reflexão do público, tendo em vista ataques virtuais que recebeu. Os responsáveis pelo texto também repudiaram qualquer tipo de violência direcionada a Karol e se desculparam com a família de Lucas Penteado. O tom da postagem foi de conciliação.

Comentários

Topo