Menu Papel POP
Plataforma desembarca na América Latina e no Caribe em junho (Foto: Reprodução)

HBO Max chega ao Brasil em junho e já temos uma lista com séries para maratonar

Prepare pipoca e refrescos, a HBO Max já tem data pra fazer sua arrancada na América Latina e no Caribe! Por meio de um comunicado emitido nesta quinta-feira (11), a plataforma de streaming da Warner Bros. revelou que desembarca em mais 39 países a partir do final de junho.

Esta será a primeira vez que o streaming, até então exclusivo para localidades do Hemisfério Norte, dará acesso a espectadores de outras regiões – o que, você já deve imaginar, gera uma grande expectativa em torno de produções exclusivas disponíveis no catálogo.

Por enquanto, o que se sabe é que tanto os assinantes da HBO GO (que terá seu serviço descontinuado), quanto aqueles que tem acesso por meio de parceiros, poderão assistir a essa profusão de séries, filmes e documentários que reúne mais de 100 anos de história da icônica WarnerMedia.

Sem perder tempo, o Papelpop decidiu fazer uma espécie de “curadoria”. Em outras palavras, oferecer dicas pra você maratonar quando a plataforma, por fim, der as caras por aqui. Tem drama, ficção científica, reality shows… projetos que já estão na pista, outros que ainda virão… Dê play!

It’s a Sin

Londres, 1980. A comunidade queer vive seu apogeu, explorando o que há de mais belo na experiência da liberdade. Como uma sombra mortífera e cruel, o vírus HIV chega transformando drásticamente a vida de milhares de pessoas, entre elas a de Ritchie Tozer e Jull Baxter, protagonistas de “It’s a Sin”. O drama, estrelado por Olly Alexander e Lydia West, tem direção de Russell T. Davis, conhecido por criar importantes produções voltadas para o público LGBTQIA+ como “Cucumber” e a pioneira “Queer as Folk“, exibida, originalmente, durante os anos 2000.

Raised By Wolves

Pelo título, muito bem sacado, extraído do clássico conto dos irmãos Rômulo e Remo, já dá pra ter uma ideia do que “Raised by Wolves” emprega em sua narrativa. Acenando para a mitologia romana, sem perder o foco da ficção científica, a série conta como dois androides ficaram incumbidos da missão de cuidar de crianças humanas em uma colônia espacial. O que eles não poderiam esperar era o fato de que as discordâncias e tentativas de imposição de um fundamentalismo, provocado pelo choque entre religiões, fossem ameaçar a existência desses seres. O acontecimento tornará a tarefa de controlar essas crenças um exercício desafiador e extremamente perigoso.

Veneno

Señoras y señores, aquí esta noche, Cristina. La veneno!“. Assim foi apresentada a atriz, cantora e profissional do sexo Cristina Ortiz durante uma de suas aparições televisivas. Conhecida na Espanha como “La Veneno”, ela foi uma das primeiras mulheres transexuais a ganhar visibilidade na mídia, ainda na década de 1990. Nesta história, uma jovem jornalista descobre sua existência e acaba sendo atraída a fim de resgatar a importante – e não menos fascinante – trajetória que construiu. Os episódios são baseados no livro “Not a Whore, not a Saint: The Memories of La Veneno”, escrito por Valeria Vegas.

Crime Farm

Nicole Kidman encerrou sua participação em “Big Little Lies” pronta para encarar novos projetos. Em 2021, a atriz deve entregar à HBO Max “Crime Farm”, série de drama que também conta com produção sua. O enredo: uma história de amor vivida por um casal de experts em investigações forenses de homicídios. O relacionamento vai bem e toma fôlego a partir das histórias dos crimes cometidos por criminosos notórios. Sinistro!

Tokyo Vice

Uma perigosa e instigante viagem. Assim pode ser descrito, de forma superficial, o drama “Tokyo Vice”, série produzida em parceria com o canal pago Wowow, um dos mais notáveis do Japão. Inspirada nas memórias do jornalista estadunidense Jake Adelstein, lançadas em 2009, a história se debruça sobre os bastidores de uma incursão travada por esse repórter (o primeiro de seu país a escrever em um jornal do oriente). Lá, ao longo de 12 anos, ele se especializa em cobertura policial.

O episódio piloto, conforme revelou a Variety, será dirigido por Michael Mann, quatro vezes indicado ao Oscar. Alan Poul, Jake Adelstein, Golden Globe-nominee Ansel Elgort, Destin Daniel Cretton, Ken Watanabe e Brad Caleb Kane são alguns dos nomes do elenco.

Legendary

Há também espaço para reality shows! Vale muito a pena dar uma espiada em “Legendary”, competição que traz para o centro dos holofotes as tradicionais batalhas de voguing. Com capítulos de 50 minutos de duração, os duelos convidam o espectador a mergulhar nessa arte oriunda da Nova York dos anos 1920 tendo como jurados, em sua primeira temporada (disponível desde meados de 2020), Law Roach, Jameela Jamil, Leiomy Maldonado e Megan Thee Stallion.

O trailer, que você confere acima, revela um brilho sem igual, compartilhado pelas 8 casas que disputam o prêmio. Até junho, provavelmente, você deve ter notícias sobre uma segunda leva de episódios.

Mare of Easttown

Resultado de imagem para kate winslet gif

“Mare of Easttown” ainda não ganhou um trailer ou teve grandes detalhes acerca de seu roteiro revelados. Entretanto, este é um daqueles títulos para ficar de olho. Criada por Brad Ingelsby e estrelada por Kate Winslet (!), a narrativa conta como uma detetive da pequena cidade da Pensilvânia vê sua vida desmoronar, paralelamente, às investigações de um homicídio em Easttown. Com 7 episódios, a minissérie estará disponível a partir do dia 18 de abril.

Circe

Nesta série, baseada no livro homônimo de Madeline Miller, os criadores traçam uma interpretação moderna da mitologia grega ao focar, sob a perspectiva da poderosa deusa Circe, em um ícone do universo feminino e sua desafiante jornada. De uma ninfa insignificante, a jovem se transforma em uma poderosa feiticeira, capaz de desafiar deuses, titãs e monstros. Qualquer um que se atreva a cruzar seu caminho. Ainda não há data prevista para a estreia.

The Plot Against America

Esta aqui já está disponível no catálogo da HBO GO, mas se você não tem tanta pressa assim, vale a pena fazer aquela maratona dedicando uma atenção especial. Em “The Plot Against America”, a obra de Philip Roth [romancista norte-americano morto em 2018 e o único escritor do país a ter sua obra completa publicada na Library of America] ganha um novo fôlego. Isso acontece por meio de uma adaptação que coloca na sala oval da Casa Branca um governo que, em uma realidade paralela, vai se alinhando sutilmente às políticas antissemitas do genocida Adolf Hitler. Ambientada nos anos 1940, essa história mescla ficção e realidade ao trazer o presidente Franklin D. Roosevelt como oponente derrotado nas urnas. O clássico desenrolar do “como seria”…

The Nevers

Pra fechar esta lista, “The Nevers”! Neste drama estrelado por Laura Donnely, Eleanor Tomlinson, James Norton e Viola Prettejohn, entre outros, voltamos à era vitoriana para conhecer um grupo de mulheres que vive em um orfanato. O que pouquíssimas pessoas sabem é que essas personagens compartilham entre si, para além de força e perspicácia, habilidades incomuns. Quando sua presença é convocada em uma missão, elas percebem que os desdobramentos dessa decisão podem mudar o mundo e garantir o futuro da humanidade. A estreia? Em abril.

Conta aqui embaixo: qual das produções mais chamou sua atenção?

Comentários

Topo