Menu Papel POP
Cathy Yan e Patty Jenkins foram responsáveis por "Aves de Rapina" e "Mulher-Maravilha 1984", lançados em 2020 (Reprodução)

Número de filmes dirigidos por mulheres atinge recorde em 2020, diz pesquisa

Neste sábado (02), a revista Variety divulgou um estudo da Universidade Estadual de San Diego (EUA) o qual afirma que o número de filmes dirigidos por mulheres atingiu um recorde em 2020.

O Centro Para Estudo de Mulheres na Televisão e no Cinema revelou que 16% dos diretores responsáveis pelos 100 filmes mais rentáveis do ano são do sexo feminino. Mesmo com diversos longas dirigidos por mulheres sendo adiados para 2021, como “Os Eternos“, de Chloé Zhao, e “Viúva Negra“, de Cate Shortland, o número cresceu em comparação ao ano passado, quando as diretoras representaram 12%.

Porém, a taxa ainda é baixa quando analisamos outros cargos por trás das câmeras, como produção (28%), produção executiva (21%), cinematografia (3%), edição (18%) e roteiro (12%). As três primeiras categorias tiveram crescimento em relação a 2019, mas as editoras e roteiristas diminuíram 8 e 5 pontos percentuais respectivamente.

O estudo também mostrou que tais cargos são mais facilmente ocupados por mulheres quando os filmes são dirigidos por elas. Em longas com diretoras, mais da metade (53%) das roteiristas também são mulheres, enquanto, em longas dirigidos por homens, esse número cai para 8%.

Mesmo com o aumento de diretoras nos filmes mais rentáveis, a maioria dos longas (67%) empregou apenas de 0 e 4 mulheres em todos os cargos de produção. Em comparação, 70% dos lançamentos teve 10 ou mais homens nas mesmas posições.

“A boa notícia é que agora temos dois anos consecutivos de crescimento das mulheres na direção. Isso quebra um padrão histórico de que os números aumentam em um ano e diminuem no seguinte. A notícia ruim é que quase 80% dos filmes mais famosos não têm uma mulher encabeçando. Essa desigualdade é assustadora”, disse a Dr. Martha Lauzen, diretora do centro de estudos.

Por conta da pandemia de Covid-19, diversos cinemas fecharam durante 2020 e a pesquisa também levou isso em consideração. Nos 20 filmes mais assistidos em casa no ano passado, apenas 19% dos cargos por trás das câmeras foram de mulheres. Considerando só a direção, esse número vai para 10%.

Comentários

Topo