Menu Papel POP
Atriz foi rotulada como uma mulher "difícil" e "não profissional" (Reprodução)

“Essa m*rda me irrita”, diz Katherine Heigl sobre sua má fama em Hollywood

Em entrevista ao The Washington Post, Katherine Heigl abriu o coração para falar sobre a má fama de “difícil” que ganhou nos bastidores de Hollywood. A atriz, mais conhecida por ter interpretado Izzie Stevens em “Grey’s Anatomy“, contou que os rótulos afetaram sua saúde mental.

Tudo começou quando a atriz classificou a comédia “Ligeiramente Grávidos” (2007), de Judd Apatow, como “um pouco sexista”. A história se intensificou quando, um ano depois de ganhar um Emmy por “Grey’s”, Heigl decidiu se abster das submissões para os prêmios de 2008 porque ela “não senti que recebi o material nesta temporada para justificar uma indicação ao Emmy”.

Ela também reclamou sobre trabalhar 17 horas por dia na série em 2009, quando sua própria agenda possivelmente era a culpada. Esses e outros comentários montaram a fama de “mulher difícil” que a perseguiu durante anos na indústria cinematográfica. “Na época, rapidamente me disseram para calar a p*rra da boca”, contou a atriz na entrevista.

“Posso ter dito algumas coisas de que você não gostou, mas então isso evoluiu para ‘ela é ingrata’, que evoluiu para ‘ela é difícil’ e isso evoluiu para ‘ela não é profissional’. Qual é a sua definição de difícil? Alguém com uma opinião que você não gosta?”, questionou Heigl. “Agora, eu tenho 42 anos, e essa m*rda me irrita”, completou.

Essa pressão fez com que a ansiedade contra a qual ela lutava desde a adolescência começasse a aumentar. Em 2016, depois do nascimento de seu filho e de outro surto de ansiedade, Heigl começou a consultar um terapeuta, foi diagnosticada e passou a tomar medicamentos.

“Eu sentia que preferia estar morta. Não percebi quanta ansiedade estava vivendo até que fiquei tão mal que realmente tive que procurar ajuda”, comentou a atriz.

Hoje, aos 42 anos, Heigl sente que está no controle. “Eu me sinto mais feliz do que aos 35, aos 25”, disse.

Sua nova série, “Firefly Lane“, chega à Netflix no dia 3 de fevereiro. A produção é baseada no livro de Kristin Hannah e traz Heigl interpretando a apresentadora de talk-show fictício Tully Hart. Assista ao trailer:

Comentários

Topo