Menu Papel POP

David Bisbal conta sobre parceria com Carrie Underwood no single “Tears Of Gold”: “Foi ela quem quis gravar em espanhol!”

E foi com o renomado cantor espanhol David Bisbal que a Carrie Underwood fez a sua estreia num single bilíngue com “Tears Of Gold”. O single faz parte da reedição de En Tus Planes do cantor, cujo lançamento foi em 11 de dezembro, e não hesita em misturar e sons característicos do pop e country, resultando num equilíbrio de muito bom gosto! Conversamos com David sobre a experiência de gravar o single, sua relação com a cantora country, vida na pandemia e, claro, sua relação com o Brasil! Confira a nossa conversa na íntegra, mas antes vem ver esse clipe lindo do single:

 

 

PAPELPOP: Parabéns pelo single! Eu adorei e ainda tem a Carrie do Underwood! Conte-nos um pouco sobre o projeto …

David Bisbal: Eu fiquei muito feliz com a possibilidade de colaborar com ela, então foi como um momento mágico para mim. Lembro que estava em Los Angeles e quando surgiu a possibilidade de colaborar com Carrie Underwood no final do dia, fiquei muito, não sei, tipo, eu fiquei em choque porque estou vivendo um sonho porque eu conheço a voz da Carrie! Eu a conheço! Ela é uma profissional muito boa e claro, também uma boa pessoa porque ela me ajudou muito durante o vídeo e a filmagem das gravações. Eu amei termos trabalhado juntos. Foi fantástico. 

 

PP: Podemos falar sobre a Carrie falando espanhol? Ela arrasou! Você a ensinou alguma coisa, como foi?

David: Ela fez um ótimo trabalho com o espanhol e estava um pouco preocupada com a sincronização labial do videoclipe, mas ela fez perfeitamente. Portanto, não tinha nada para se preocupar! E, sim, foi ela quem quis gravar parte da música em espanhol! O que pra mim foi fantástico! Achei que ela foi muito generosa com isso porque ela queria algum tipo de parte da minha música em espanhol. Fiquei muito lisonjeado. 

 

PP: E a música é uma mistura perfeita de country e pop, que pode dar muito errado às vezes, mas Tears Of Gold realmente acertou, na minha opinião! Como você conseguiu esse equilíbrio?

David: Sempre adoro fazer o que sinto dentro do meu coração. Isso faz parte, é claro, de me envolver com outros gêneros! Por exemplo, principalmente no México, fiz muitas colaborações com gêneros diferentes como com bandas, mariachi, etc. Existem muitos artistas latinos que, especialmente no México, se encontram e se sentem muito generosos em compartilhar sua música. Eles gostam da Espanha e da possibilidade de ter mais mixagens assim como country e pop, o que é incrível. Para mim é como um jogo e gosto de tocar música com outros artistas, porque sinto que estou aprendendo o tempo todo e melhorando melhorando minha música. Então foi uma experiência muito boa e uma ótima oportunidade para eu compartilhar e curtir com outros parceiros.

 

PP: E você colaborou com tantos artistas incríveis ao longo de sua carreira, o que você espera ao fazer colaborações?

David: A primeira coisa que eu quero sentir sobre outros artistas é estar confortável! Por exemplo, confortável para colaborar de todos os jeitos: pelas redes sociais, no palco, o que for! 

PP: E como você tem lidado com a pandemia que não te permite mais cantar com os artistas que você colabora? Como é isso? 

David: Está sendo um momento muito difícil, perdemos muitos de nossos shows na Espanha e em toda a América Latina, assim como em diversos países da Europa. Foi um desastre para nós! E, claro, tenho lido muitos dos problemas que meus parceiros estão enfrentando na indústria. Então, daqui, estou trabalhando muito, cantando músicas diferentes, projetos diferentes, fazendo muitos shows de caridade, por exemplo, para meus amigos do Chile.

 

PP: E tem algum lugar que você quer muito conhecer depois da pandemia? Algum lugar que você nunca se apresentou antes? 

David: Wow, eu ia amar voltar para a Romênia e Itália! Espero poder voltar para esses países o mais rápido possível. 

 

PP: Conta pra gente um pouco sobre a sua relação com o Brasil…

David: Eu amo o Brasil! Tenho alguns amigos que moram aí e nossa, o Brasil é o coração da America Latina porque é gigante! Eu sigo tantos criativos brasileiros, como o meu amigo Carlinhos Brown! Ele me deu a oportunidade de cantar no The Voice Brasil e foi algo tão especial para mim! Eu estava nervoso demais com o fato de cantaria uma música minha para tanta gente ouvir! Então eu também quero muito voltar ao Brasil para poder compartilhar minha música com mais gente ainda da próxima vez! 

 

PP: Minha última pergunta é para que você defina sua música em 3 palavras:

David: Poderosa. Verdadeira. Apaixonante. 

 

***

Ouça “Tears Of Gold” nas plataformas:

Spotify | Deezer | Apple Music

Comentários

Topo