Menu Papel POP

Cleo opina sobre flertes entre Fiuk e Juliette: “não precisava chamar de ‘meu amor'”

MAIS SOBRE:

Todo mundo está ligado na Globo acompanhando o Big Brother Brasil 21, mas a Cleo tem um motivo a mais: o irmão, o ator e cantor Fiuk, é um dos participantes.

Desde que entraram na casa, na segunda-feira (25), Fiuk e a sister Juliette vêm trocando flertes. Ela falou em casamento, filhos e até se declarou cantando “Alma Gêmea”, clássico de Fábio Jr., pai de Fiuk.

O brother riu da situação e já até pediu que Juliette tenha paciência. Acompanhando tudo, Cleo brincou e deu um conselho ao irmão em uma série de Stories no Instagram: “Filipe, não precisava chamar de ‘meu amor’, porque aí você não está se ajudando”.

A atriz ainda elogiou o posicionamento de Fiuk diante da briga de Lumena e Caio e o fato de ele ter reconhecido os privilégios: “falou bem, como um homem branco, cis, hétero, privilegiado, também financeiramente”.

A treta em questão aconteceu após os participantes serem maquiados e desfilarem pela casa. A sister Lumena, incomodada, chamou a atenção da casa e expôs que a brincadeira poderia ter ofendido à comunidade trans e travestis.

Cleo comentou também sobre o lado “chorão” de Fiuk – ou Filipe, como ela o chama: “Ele chora mesmo, já deu pra perceber. Ele chora por tudo, não é para fazer cena nem nada disso”.

Comentários

Topo