Menu Papel POP
Projeto deve abordar questões pessoais das personagens aos 50 anos (Foto: Divulgação)

Ausência de Kim Cattrall em especial de “Sex and the City” coloca atriz entre os trending topics

O anúncio da minissérie “And Just Like That“, derivada de “Sex and the City“, fez com que o nome da atriz Kim Cattrall se tornasse um dos temas mais comentados no Twitter. O projeto se tornou público na noite do último domingo (10), simultaneamente, em publicações feitas por Sarah Jessica Parker e a plataforma HBO Max, responsável por hospedá-lo.

Seria impossível não comentar. Na trama, que foi ar entre os anos de 1998 e 2004, a personagem de Cattrall, a audaciosa relações-públicas Samantha, ganhou afeição do público e logo se mostrou uma das mais queridas entre o quarteto nova-iorquino. As reações, como consequência, trouxeram um misto de críticas e dúvidas.

Quais motivos a levaram a ficar de fora?

O fato é que desde meados dos anos 2000, tabloides davam conta de que o clima nos bastidores não era dos melhores. Em 2017, após a estreia de dois filmes bem-sucedidos, tudo indicava que um terceiro projeto da franquia aconteceria. Parker, entretanto, disse estar desapontada com os rumos tomados e que os planos para o longa tinham sido abortados.

“Tínhamos um roteiro lindo, engraçado, comovente, alegre e de fácil identificação, mas acabou”. Tempos depois, o jornal britânico Daily Mail, especializado em celebridades, afirmou que os conflitos mais recentes tinham acontecido porque Catrall gostaria de ter seus próprios projetos pessoais financiados pela Warner Bros., produtora responsável pela série. Em troca, ofereceria sua participação na franquia. No Twitter, ela negou, veementemente.

Os atritos com Sarah Jessica foram se intensificando. Em entrevistas, Cattrall chegou a dizer que não havia amizade real entre o elenco e as coisas azedaram de vez quando Parker enviou uma mensagem de pêsames à colega, em 2018, logo após ela ter perdido o irmão. Em resposta, a atriz publicou uma foto em seu perfil no Instagram, mencionando-a, em que dizia recusar “o amor ou o apoio” oferecido no momento trágico que vivia.

Recentemente, ao jornal Los Angeles Times, Cattrall comentou as posturas que teve ao recusar qualquer participação em projetos da franquia e disse não se arrepender de qualquer uma delas.

“And just like that…”

Ainda sem data para estrear, o novo derivado de “Sex and the City” deve focar no trio Carrie, Miranda e Charlotte, agora mulheres maduras, vivendo o auge dos 50 anos. A ideia é mostrar como elas lidam com as realidades da vida e da amizade a essa altura.

Comentários

Topo