Menu Papel POP
Cantor chamou atenção com o hit "The Box" (Reprodução)

Roddy Ricch é eleito Artista Revelação de 2020 pela revista Variety

MAIS SOBRE:

Nesta quarta-feira (2), a revista Variety divulgou mais um conteúdo especial sobre o ano de 2020. Desta vez, o veículo elegeu o cantor Roddy Ricch como Artista Revelação do ano. Tudo!

No texto do anúncio, a publicação ressaltou os grandes feito de Ricch aos 22 anos: ele já venceu um Grammy, por “Racks in the Middle”. Além disso, ele recebeu seis indicações para a edição do ano que vem.

E é claro que a música “The Box” também foi um dos motivos de destaque no ano do jovem, já que a canção se tornou um grande hit nas rádios e arrasou nos charts e plataformas de streaming.

“Em circunstâncias normais, 2020 deveria ter sido uma volta de vitória ininterrupta para Roddy Ricch, que desfrutou dos últimos 12 meses tão bem quanto qualquer rapper de 22 anos poderia imaginar. Ele ganhou o primeiro Grammy em janeiro, pela aparição em ‘Racks in the Middle’, de Nipsey Hussle, e acabou de receber seis indicações para a cerimônia do próximo ano. A estreia dele em uma grande gravadora, ‘Please Excuse Me for Being Antisocial’, alcançou o primeiro lugar em dezembro passado e rapidamente deu a ele o primeiro single em primeiro lugar, “The Box”. Mais sucessos se seguiram, nenhum maior do que a aparição na candidata a canção do verão de DaBaby, ‘Rockstar’.”

A revista também analisou que o sucesso de Roddy teria sido ainda mais estrondoso caso estivéssemos sem a pandemia, já que ele poderia ter feito muitos shows e muitas outras apresentações em programas de TV.

Em entrevista ao veículo, o astro disse que o momento serviu como período de reflexão:

“Definitivamente foi um momento de reflexão, um momento para planejar pequenas viagens para onde posso ir e ter paz de espírito. Nós nos treinamos para pensar em movimento e, desta vez, nos deu a chance de ter um processo de pensamento realmente claro.”

O cantor também revelou que as experiências da vida dele moldam muito o estilo das canções lançadas por ele:

“Sinto que é meu estilo – para mim, não é nenhum estilo. Outras pessoas podem ver essas consistências, obviamente. Mas eu tenho um som progressivo: ele muda com minhas experiências e a música muda com ele. Portanto, nunca gosto de me colocar em nenhuma categoria. Eu pego minhas experiências de vida e coloco em um ritmo diferente. Eu não sou um super pensador quando se trata de música. ”

Merecido! Aproveitando, vamos rever o clipe de “The Box”?

O que será que ele vai aprontar em 2021?

Comentários

Topo