Menu Papel POP
Shakira, Mick Fleetwood, Megan Thee Stallion e Anitta no TikTok (Reprodução)

Músicas novas e antigas que o TikTok fez todo mundo ouvir em 2020

Com o tempo que passamos em casa nos últimos meses, até quem era mais caxias acabou se rendendo ao TikTok. Na tentativa de surfar essa tendência, o mundo da música acabou tirando vários proveitos disso. Após viralizarem no aplicativo, canções antigas voltaram para as paradas de sucesso e novos talentos foram revelados ao público.

Megan Thee Stallion e Doja Cat, por exemplo, estão entre as estreantes que fizeram um baita sucesso, chegando ao topo da parada Billboard Hot 100 após se destacaram no app de mídia. Mas e o Fleetwood Mac, que 43 anos depois emplacou o disco “Rumors” no Top 10 dos mais ouvidos nos Estados Unidos? Salve, Stevie Nicks!

Em clima de retrospectiva, listamos aqui 24 músicas atuais e antigas que o TikTok fez todo mundo ouvir em 2020, seja por causa das dancinhas, dos desafios ou POVs (que são como fanfics em vídeo). Se liga!

Músicas atuais

“Girl Like Me” – Black Eyed Peas e Shakira

@shakiraOmg this is the best!!! Thank you guys! ##girllikeme♬ GIRL LIKE ME – Black Eyed Peas & Shakira

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

O ano já tava acabando, mas olha que surpresa! Tá viciado(a) na coreografia da nova música da Shakira com o Black Eyed Peas? Pois saiba que você não está sozinho(a)! A dança virou um dos desafios do TikTok. Para facilitar a vida dos fãs, a musa colombiana até publicou um vídeo no aplicativo em que aparece ensaiando a coreografia ao lado de dois bailarinos. Só para se ter uma ideia do sucesso, a canção já foi usada em 12.9 mil vídeos, e olha que o lançamento do clipe aconteceu há poucas semanas, ainda no início de dezembro. Um arraso, né?

“Say So” – Doja Cat

@dualipaofficial@kittysquad345 teaching me the tiktok ways 😝❤️♬ Say So – Doja Cat

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Não dá para falar de hits do TikTok sem mencionar Doja Cat. A cantora começou a fazer sucesso na plataforma ainda em 2019, mas foi neste ano que ela realmente estourou. Com uma coreografia simples criada pela jovem Haley Sharpe (@yodelinghaley), o single “Say So” já foi dançado por estrelas de dentro e fora da internet, como Charli D’Amelio e a própria Dua Lipa.

Arrasou tanto que chegou ao topo da parada Billboard Hot 100 em maio e, ao longo do ano, ganhou apresentações nas principais premiações do circuito internacional como os MTV VMA e EMA, bem como o Billboard Music Awards. O ano foi agitado mesmo, viu? Além de tudo, a cantora ainda foi indicada em 3 categorias do Grammy: Melhor Performance Solo de Pop, Gravação do Ano e Melhor Artista Novo.

“Savage (remix)” – Megan Thee Stallion feat. Beyoncé

@theestallion@savagexfenty ##savagextheestallion ##savagechallenge♬ original sound – Megan Thee Stallion

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Com uma coreografia criada pela tiktoker Keke Janajah (@keke.janajah), “Savage” agitou o app logo no início do ano. O refrão poderoso e cheio de atitude não saía da boca da galera. O sucesso foi tanto que, em abril, Beyoncé decidiu participar de um remix, ajudando a impulsionar a estreia até a primeira posição da parada Billboard Hot 100 no mês seguinte. A nova versão agora concorre aos gramofones de Gravação do Ano, Melhor Performance de Rap e Melhor Música de Rap. Poder!

“WAP” – Cardi B feat. Megan Thee Stallion

@besperonNEW DANCE ‼️ This is our mood when @iamcardib posted our video on her instagram! @kltkatnat ##wap ##dance ##cardib♬ WAP(feat. Megan Thee Stallion) – Cardi B

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Como “WAP” foi a primeira música inédita lançada por Cardi B em 2020, ela já chegou coberta de atenção e grandes expectativas. O lançamento aconteceu em agosto acompanhado de clipe com uma coreografia super ousada e sensual. Não demorou para que a galera do TikTok lançasse um desafio para ver quem conseguiria reproduzir a dança, criando um viral. Graças a isso, ela se tornou a quarta música mais usada no aplicativo em 2020.

“Savage Love (Laxed – Siren Beat)” – Jawsh 685 & Jason Derulo

@justmaikothe trio collab u didnt know you needed👀🔥 @jasonderulo♬ Savage Love (Laxed – Siren Beat) – Jawsh 685 & Jason Derulo

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

“Savage Love” surgiu a partir de um instrumental criado por um adolescente chamado Jawsh 685. Ainda sem os vocais de Jason Derulo, ela já fazia sucesso entre a galera do TikTok que adora fazer dancinhas. Mas a escalada até o topo da parada Billboard Hot 100 só aconteceu depois que foi lançada como single pelo cantor, que fez um sample da gravação original. Foi um sucesso! A canção foi mais usada no TikTok em 2020, aparecendo em nada menos que 3 milhões de vídeos. Recentemente, “Savage Love” até ganhou um remix com o BTS. Chique, né?

“Na Raba Toma Tapão” – MC Niack

@vittorfernandoenfim a hipocrisia né??? 🤡 de q ano ces são???♬ Na Raba Toma Tapão – Niack

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Funk? Também temos! “Na Raba Toma Tapão” foi responsável por revelar o MC Niack, que mais tarde também fez sucesso com “Oh Juliana”. Ela apareceu em vídeos de humor, maquiagem, coreografia e até fez parte de uma batalha de remixes regionais, em que os habitantes de cada estado acrescentavam o próprio toque à música para que os outros julgassem qual era a melhor. Até a Maisa dançou a música por lá.

“Supalonely” – BENEE feat. Gus Dapperton

@zoifishhnot my usual content but this song was too catchy to not make a dance to LMAO🥺🥺 try it and tag me !! ##foryou ##foryour ##foryoupage ##foryourpage♬ Supalonely (feat. Gus Dapperton) – BENEE

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Lançada em fevereiro, “Supalonely” é outra que foi popularizada por causa de uma coreografia criada por usuários do TikTok. Quem fez a dancinha mais famosa foi Zoe Fish (@zoifishh), que depois foi imitada por outras celebridades do aplicativo, como Charli D’Amelio e Addison Rae. O sucesso resultou na primeira entrada da neozelandeza BENEE na principal parada de singles do mundo, que já mencionamos aqui: sempre ela, a Billboard Hot 100.

“Oh NaNaNa (Remix)” – DJ 6RB e Bonde R300

@jimmyfallon“Always pass on what you have learned.” – Yoda ##DadsCanDance @charlidamelio♬ Oh Nanana – Remix – dj 6rb & Bonde R300

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Mais músicas brasileiras bombando na gringa! Embora tenha sido lançada há mais de dois anos, “Oh NaNaNa (Remix)” tomou conta do TikTok no fim do ano passado e início deste ano. Por lá, ela serve de pano de fundo para uma espécie de desafio de “cumprimento com os pés” entre melhores amigos. A música viralizou de tal forma que foi tocada no programa do Jimmy Fallon enquanto o apresentador realizava o famoso challenge junto com Charli D’Amelio.

“Blinding Lights” – The Weeknd

@aislinnderbezya obligué a todos a unirse a las coreografías familiares 🤣 yaasss @vadhirderbez @alessandraderbez @eugenioderbezofficial ##aislinnderbez♬ Blinding Lights – The Weeknd

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Com o álbum “After Hours”, The Weeknd foi um dos grandes nomes da música de 2020. Por essa razão, ele obviamente não deixou de emplacar uma hit no TikTok. Ao som de “Blinding Lights”, muitos arrastaram amigos, familiares e colegas de trabalho para fazerem uma dança bem engraçada. Devido ao sucesso que o single fez no aplicativo e outras plataformas, ele quebrou um recorde na Billboard Hot 100 ao passar mais de 28 semanas entre os cinco mais ouvidos dos Estados Unidos.

“Desce Pro Play (PA PA PA)” – MC Zaac, Anitta, Tyga

@anittaDuvidoooo ##desceproplaychallenge ##papapachallenge♬ Desce Pro Play (PA PA PA) – MC Zaac & Anitta & Tyga

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Fruto de uma parceria entre MC Zaac, Anitta e Tyga, “Desce Pro Play (PA PA PA)” também marcou presença nos feeds do TikTok. Ela, que provavelmente já seria um hit fora do aplicativo pelo refrão chiclete, acabou ganhando espaço por lá com desafios de dança. Mais de 1.7 milhões de vídeos da plataforma usaram a música.

“Bored in the House” – Curtis Roach

@curtisroachYou ever be bored at the house bored?🔥🔥 ##checkthisout ##bored ##fyp ##foryou ##xycba ##rap ##viral♬ BORED IN THE HOUSE – Curtis Roach

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Tornando-se o hino da quarentena, a ideia da música foi de Curtis Roach que, super entediado em casa no mês de março, decidiu fazer um TikTok sobre isso. De repente, o áudio do vídeo já estava sendo usado por um monte de gente e o jovem recebeu uma ligação de Tyga pedindo para lançar a faixa como um single. A partir disso, a canção ganhou ainda mais destaque e serviu de trilha sonora para milhões de pessoas gravarem vídeos engraçados em casa, mostrando o quão entediadas estavam.

“Feel Something” – Bea Miller

@jamescharlesdid I do it right? 🥺 ##euphoria ##makeup♬ feel something – bea miller – valenn🐺

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Também pegando carona no tédio da galera durante a quarentena, “Feel Something” viralizou no TikTok com os seguintes versos: “Eu só quero sentir algo, eu só quero sentir/ Algo realmente real, para que eu possa realmente/ Sentir-me como uma pessoa novamente“. Eles serviram de trilha sonora para vários vídeos em que os jovens apareciam apáticos em casa até ressurgirem maquiados e poderosos no estilo da série “Euphoria”. Para ajudar nessa transição, “Feel Something” foi mesclada com “Still Don’t Know My Name”, do Labrinth, resultando em um som bem legal.

“Stunnin'” – Curtis Waters feat. Harm Franklin

@debbyryanthe president said to make a tiktok… ##whatidwear♬ Stunnin’ (feat. Harm Franklin) – Curtis Waters

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Como não só de dança e maquiagem vive o TikTok, “Stunnin” bombou em outra categoria de vídeos: aquela voltada para a criação de looks. Enquanto a música tocava, as pessoas caminhavam sem sair do lugar e trocavam de roupa com o auxílio de transições especiais. Claro que, depois do pico de sucesso, o hit também foi usado de outras formas, ganhando até coreografias. O Curtis Water aproveitou para lançar o primeiro álbum a carreira em meio a tudo isso. Intitulado “Pity Party”, o disco chegou às plataformas digitais em outubro.

“Roses (Remix)” – SAINt JHN feat. Imanbek

@daviddobrikAhhahaha perfect @addisonre♬ Roses – Imanbek Remix – SAINt JHN

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Lançada originalmente em 2016, a música ganhou um novo fôlego ao ser remixada por Imanbek. Graças ao produtor cazaque, ela perdeu a carga dramática e se tornou muito mais dançante – ideal para as coreografias do TikTok. No aplicativo, ela ganhou várias danças, mas a mais popular é a que traz as pessoas fazendo poses tradicionais da internet enquanto giram o corpo em 180º. Em junho deste ano, ela entrou para o top 5 da Billboard Hot 100.

“Famous (I’m the One)” – Mozzy feat. IAMSU

@the_rapp_famWe’ve never seen our son so confused… An don’t you worry he will be getting a new Xbox X 🥺😤🙄 ##Therappfam ##fyp♬ Famous (I’m the One) – Mozzy & IAMSU!

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Outra música que fez sucesso tardiamente no TikTok foi “Famous (I’m th One)”, quase dois anos depois que chegou às plataformas digitais. A faixa foi muito usada no aplicativo para um desafio em que as pessoas apareciam vestindo roupas que tradicionalmente pertencem ao gênero oposto. No meio do ano, o feed ficou lotado com vídeos de casais e amigos aderindo a essa moda.

“Electric Love” – Børns

@juliceitlinEl final (? No lo dejen pasar porfa me costó mucho ##foryoupage ##parati ##fyp ##electriclove ##xyzbca♬ electric love – favsoundds

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Romântico, o refrão de “Electric Love” foi bastante utilizado para tentar formar casais em 2020. Cinco anos após o lançamento, a faixa virou trilha sonora de um desafio no TikTok que propunha que os usuários tentassem beijar os amigos e compartilhassem um vídeo do momento para todos verem o resultado. Como era de se esperar, muitos foram rejeitados, mas algumas tentativas deram super certo. “All I need is to be struck by your electric loooove!“.

“Play Date” – Melanie Martinez

@stcrvdsi made this for quinn and quinn only @diarheaquinn (ib @sandy.0234 ) ##timotheechalamet ##timothée ##fyp ##foryou ##callmebyyourname ##cmbyn ##elioperlman♬ Play Date – Melanie Martinez

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Também de 2015, “Play Date” começou a fazer sucesso entre o pessoal do TikTok por causa do Elio de “Me Chame Pelo Seu Nome”, interpretado por Timothée Chalamet. Na rede social, os jovens usavam a música para reproduzir uma das cenas desse filme de 2017 que traz o protagonista dançando em velocidade reduzida de um jeito bem dramático. Embora tenha se popularizado assim, a canção ainda foi bastante utilizada para fazer fancams, que são vídeo feitos em homenagem a alguns artistas com imagens de arquivo e muitos efeitos visuais.

Clássicos!

“Dreams” (1977) – Fleetwood Mac

@420doggface208Morning vibe ##420souljahz ##ec ##feelinggood ##h2o ##cloud9 ##happyhippie ##worldpeace ##king ##peaceup ##merch ##tacos ##waterislife ##high ##morning ##710 ##cloud9♬ Dreams (2004 Remaster) – Fleetwood Mac

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Socorro! Exatos 43 anos após seu lançamento, o álbum “Rumours”, da banda Fleetwood Mac, voltou ao top 10 da parada Hot 200 da Billboard. O disco retornou aos holofotes depois que um simpático usuário do TikTok (@doggface208) publicou um vídeo dando um rolê de skate ao som da música “Dreams”. O viral foi tão grande que a publicação, feita em setembro, já acumula mais de 9 milhões de curtidas, além de ter sido recriada por artistas como Mick Fleetwood e Stevie Nicks, membros da formação original do grupo de rock.

“Smile” (2006) – Lily Allen 

@zockjatMe watching all these racists getting exposed ##smilechallenge ??? ##fyp ##smile ##lilyallen ##y2k ##dance ##harlemshake♬ Smile – Lily Allen

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

A razão pela qual essa música da Lily Allen ganhou a atenção da geração Z, que domina o TikTok, foi um tanto inusitada, já que ela originalmente abordava o fim de um relacionamento. No aplicativo do momento, a faixa se destacou como uma espécie de comemoração à exposição de pessoas racistas na internet por trazer os seguintes versos: “Primeiro, quando te vejo chorar/ Sim, isso me faz sorrir, sim, isso me faz sorrir/ No pior dos casos, me sinto mal por um momento/Mas depois eu simplesmente sorrio“.

O responsável pelo viral foi Zack Jot (@zockjat), que fez uma “dancinha da vitória” ao som desse hit. Como a coreografia ficou super divertida, não demorou muito para que outros tiktokers tentassem reproduzi-la, colocando “Smile” no feed e na cabeça de um monte de gente.

“I’m Just a Kid” (2002) – Simple Plan

@simpleplanBetter late than never, right? ##imjustakid ##imjustakidchallenge ##simpleplan♬ I’m Just a Kid – Simple Plan

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Em clima de nostalgia, os usuários do TikTok também impulsionaram as reproduções do Simple Plan nas plataformas de streaming. Isso porque, no início da quarentena, a galera da rede social começou a recriar fotos antigas ao lado de parentes e amigos ao som de “I’m Just a Kid”, que foi lançada em 2002. Várias celebridades aderiram ao desafio, incluindo Will Smith e os integrantes do Simple Plan. Ao todo, a canção apareceu em mais de 4.1 milhões de vídeos no TikTok.

“Cannibal” (2010) – Kesha

@kesha##duet with @charlidamelio ##cannibal 👹☠️🥩♬ Cannibal – Ke$ha

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Transportando todo mundo de volta para 2010, “Cannibal” é outra música que retomou a atenção do público neste ano. A faixa até ganhou um novo lyric video em abril, depois de ter viralizado com uma coreografia criada no TikTok por Briana Hantsch (@ya.girl.bri.bri97). Toda nostalgica, Kesha também se arriscou na dança.

“American Boy” (2008) – Estelle feat. Kanye West

@anapiresdemorais##foryoupage ##americanboy ##chanel ##frankocean ##foryou w/ mama♬ American Boy but Shibuya is there too – goalsounds

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Como um verdadeiro hino atemporal, é impossível saber quantas versões de “American Boy” circulam no TikTok. Os usuários da rede social, dançam, mostram looks e fazem POVs tendo como trilha sonora diversos trechos desse hit. Provavelmente, o áudio mais famoso que contém “American Boy” é o que traz a canção misturada com “Chanel”, do Frank Ocean. Ele já foi usado em mais de 3 milhões de vídeos na plataforma.

“Love Story” (2008) – Taylor Swift

@theacefamilyDaddy and daughter coming thru 😂💙 ##fyp ##foryoupage♬ Love Story – Disco Lines

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

Foi de um jeito totalmente despretensioso que @ethanishung transformou “Love Story” em um sucesso de 2020 no TikTok. Ele usou a música, em uma versão remix criada pelo Disco Lines, para fazer um vídeo de humor em que aparece seduzindo uma garota fictícia rebolando na frente da câmera. Logo a moda pegou e foi aperfeiçoada, ganhando também movimentos de câmera característicos. Mais de 8.8 milhões de vídeos já foram publicados com esse áudio. Dá para acreditar?! E olha que a Taylor ainda nem lançou as novas versões das masters originais, hein?

“Hips Don’t Lie” (2005) – Shakira feat. Wyclef Jean 

@josettepimentaWhat is the man in the hat thinking ?! 🤣 ##hipsdonttlie @evermatson @alexojeda @dominicditanna ##viral ##fyp♬ original sound – Josette pimenta

Links: Spotify | Deezer | Apple Music

“Hola, Miami!” O Super Bowl LIV, que rolou em fevereiro de 2020, jogou Shakira no olho desse furacão chamado TikTok. Além de sua saudação em espanhol no maior show televisionado dos Estados Unidos, outra música que não saiu do feed dos tiktokers em 2020 foi “Hips Don’t Lie”. A faixa, que faz parte do álbum “Oral Fixation Vol. 2”, circula pelo novo aplicativo do momento em várias versões e faz sucesso pelas batidas marcantes, que possibilitam coreografias muito dramáticas. Uma delas até é usada como parte de um desafio em que os jovens dançam aleatoriamente em público. Tem como ouvir essa música e ficar parado?

***

Comentários

Topo