Menu Papel POP
O processo inclui relatos de Karolyn Pho, que também namorou o ator (Reprodução)

FKA twigs processa Shia LaBeaouf por agressão e abuso sexual, diz The New York Times

MAIS SOBRE:

Nesta sexta-feira (11), o jornal The New York Times publicou uma reportagem contando que FKA twigs está processando o ator Shia LaBeouf por agressões físicas e psicológicas que teriam acontecido enquanto os dois mantinham um relacionamento, entre 2018 e 2019.

A cantora deu entrada na ação no Tribunal Superior de Los Angeles. No processo, ela relata diversos episódios em que o ex-namorado teria sido agressivo. Em um deles, LaBeouf teria tentado estrangulá-la depois de empurrá-la contra um carro aos gritos.

De acordo com twigs, o ator frequentemente deixava hematomas no braço dela pela maneira como a segurava durante as discussões. Além disso, ele teria propositalmente a infectado com uma doença sexualmente transmissível.

O processo também inclui acusações similares feitas por Karolyn Pho, stylist que também teve um relacionamento com LaBeouf. Ele já foi preso inúmeras vezes por acusações que foram indeferidas, incluindo agressão e conduta desordeira, de acordo com o próprio NYT.

Nos documentos, os representantes da cantora enfatizam que a ação “não foi movida para ganho pessoal, mas para esclarecer as coisas e garantir que nenhuma outra mulher sofra o abuso que Shia Labeouf infligiu às antigas parceiras”. Ela não teria ido a polícia antes por medo de ter a carreira prejudicada e por achar que não seria levada a sério.

Ao The New York Times, o ator admitiu: “Tenho um histórico de machucar aqueles que são mais próximos de mim. Sinto vergonha e peço desculpas àqueles que machuquei”. Ele, no entanto, disse que “muitas das alegações não são verdadeiras”, mas que está tentando “dar às mulheres com quem se relacionou a oportunidade de apresentar suas versões dos fatos”.

Comentários

Topo