Menu Papel POP
"O Grammy permanece corrupto", disse o artista pelas redes sociais (Divulgação)

Rumor: The Weeknd teria sido esnobado pelo Grammy após escolher se apresentar no Super Bowl

A lista de indicados ao Grammy saiu na última terça-feira (24), gerando muita polêmica. Várias pessoas ficaram questionando a ausência de The Weeknd entre os nomeados. Foi aí que o TMZ, um site conhecido por divulgar informações sobre os bastidores do mundo das celebridades, publicou um texto para explicar o suposto boicote.

Fontes do tabloide afirmam que a equipe do artista recebeu um ultimato dos chefões do Grammy, que queriam que ele escolhesse entre se apresentar na premiação ou no Super Bowl. Ambas as partes teriam chegado a um consenso, mas isso não aconteceu antes que as negociações ficassem muito complicadas.

A publicação sugere que a decisão de Abel de cantar na próxima edição do Super Bowl pode ter custado indicações ao Grammy. A premiação teria se esforçado tanto para conseguir uma apresentação exclusiva por medo de performances duplicadas, já que os eventos serão transmitidos com um intervalo de uma semana.

Apesar de nada disso ter sido confirmado, The Weeknd apareceu nas redes sociais na última terça-feira para comentar sucintamente o fato de não ter sido nomeado. Pelo Twitter e Instagram, ele disse: “O Grammy permanece corrupto. Vocês devem a mim, aos meus fãs e a transparência da indústria”.

 

 

O presidente interino da Academia da Gravação, Harvey Mason Jr., também falou sobre o tema em entrevista à Variety. “Eu estava na ‘sala principal’ este ano e observei. As pessoas que estavam lá são profissionais da música, eles são excelentes, no topo de sua arte em composição e produção, e há muitos artistas. Eles estavam ouvindo criticamente cada música que passava pelas mesas. Não acho que isso mostre uma falha no processo”, defendeu.

Comentários

Topo