Menu Papel POP
Capa do álbum "Orín, a Língua dos Anjos" (Divulgação/Vik Muniz)

Orquestra Afrosinfônica lança novo álbum; ouça “Orín, a Língua dos Anjos”

A Orquestra Afrosinfônica acaba de lançar o segundo álbum, intitulado “Orín, a Língua dos Anjos”. O projeto conta com 12 músicas no total, sendo seis inéditas, compostas pelo maestro Mateus Aleluia, e conta com participação do grupo BaianaSystem, de Lazzo Matumbi, do angolano Dodo Miranda e de Gerônimo.

A Afrosinfônica foi criada em 2009 pelo maestro Ubiratan Marques e é composta por 22 músicos com percussão, madeiras, metais, cordas e vozes femininas. “Orin nasce do olhar da Afrosinfônica sobre nossa ancestralidade, das conversas com Seo Mateus sobre espiritualidade. ‘Essa brisa que nos mantém/Ponte entre o Orum e o Aiyê/Essa saudade de onde vem?/Vem do fundo da alma’”, disse o Maestro Ubiratan, ao falar sobre o projeto, citando a letra da música “Espiritual (Brisa)”.

A capa do álbum foi criada pelo artista Vik Muniz, com técnica de intervenção sobre registro fotográfico de ensaios da Orquestra, na Casa da Ponte Maestro Ubiratan Marques, em Salvador.

“A música de Ubiratan Marques me interessou logo de início talvez pelo meu interesse em mosaicos. Toda música orquestral tem essa qualidade de mosaico, de relação entre uma complexidade de fragmentos e a harmonia de um todo. No caso da Orquestra AfroSinfônica e particularmente no caso de ‘ORIN, A Língua dos Anjos’, este aspecto de mosaico transcende as fronteiras formais da música, e se desenrola nas experiências pessoais, nas vozes, nos estilos, nos tempos, nas línguas e nas culturas. Ubiratan Marques evoca a ambição poética de harmonizar a rica cacofonia das experiências em uma linguagem divina. A língua dos anjos é esse complexo mosaico de fragmentos humanos”, explica Muniz.

O álbum já está disponível nas plataformas digitais. Ouça na sua favorita:

Spotify | Deezer | Apple Music

Comentários

Topo