Menu Papel POP
Longa estreia no próximo dia 13 de novembro

Sophia Loren: diva retorna às telas em trailer de “Rosa e Momo”, novo drama da Netflix

Temos aqui um potencial indicado ao Oscar? Dez anos após ter se retirado voluntariamente dos sets de filmagem, a diva italiana Sophia Loren está de volta. No longa “Rosa e Momo” (The Life Ahead, no original) ela dá vida a Madame Rosa, uma sobrevivente do holocausto que se dedica a cuidar de crianças em situação de vulnerabilidade.

Como parte de sua missão, ela abre as portas de casa para um jovem e traumatizado imigrante senegalês, interpretado pelo estreante Ibrahima Gueye. A fim de superar os muitos dilemas que o choque cultural e a desigualdade social podem acarretar, os dois criam uma bonita amizade.

O projeto ganhou um primeiro trailer nesta quarta-feira (21) marcado pela emoção. “É precisamente quando você desiste que as coisas boas aparecem”, narra a atriz. Na trilha sonora é possível ouvir a também a italiana Laura Pausini cantando um trecho da canção original, composta pela hit maker Diane Warren.

Com direção de Edoardo Ponti, a obra é uma adaptação do romance francês “A vie devant soi”, escrito por Roman Gary e publicado em 1975. Em 1978, uma outra versão do livro levada para o cinema levou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. A estreia de “Rosa e Momo” no streaming, vale lembrar, acontece no próximo dia 13 de novembro.

A atriz

Nascida em Roma, na Itália, Loren começou a carreira ainda nos 1950, aos 15 anos. Vencedora de dois prêmios Oscar, um deles em 1962 pelo clássico “Duas Mulheres”, ela afirmou à revista Entertainment Weekly que se afastou de produções cinematográficas ao longo dos últimos 10 anos porque não recebeu propostas interessantes.

“Simplesmente aconteceu, quero ser inspirada e desafiada”, disse. “Não fiquei sabendo de nenhum filme que me fez querer trabalhar. Quando escolho projetos, sempre procuro papéis em que posso mostrar o que faço de melhor. As pessoas gostam de assistir a coisas verdadeiras.

 

Comentários

Topo