Menu Papel POP
Devito no set de "Frequente(mente)" (Foto: Gabryel Sampaio)/ Pabllo e Chameleo (Foto: Ernna Cost)

“Quando soube que Pabllo ia estar junto, gelei”, diz Federico Devito sobre direção do clipe de Chameleo

O mundo do pop brasileiro ganhou uma nova dupla na música. Vem aí um lançamento do artista Chameleo: o single chamado “Frequente(mente)”, com participação de ninguém menos que a gigante Pabllo Vittar. Aliás, talvez seja justo dizer que vem aí um trio do pop brasileiro. Afinal, os dois terão um clipe para a faixa em questão dirigido pelo publicitário e influenciador (que a internet ama há anos) Federico Devito.

Devito – e todos os envolvidos – vem avisando nas redes sociais que o registro visual da música será um evento. Mas como isso tudo aconteceu? Como é dirigir Pabllo? Nós do Papelpop pedimos para que o diretor estreante contasse um pouquinho mais sobre o projeto. “Vocês nunca viram Pabllo desta forma!”, avisou Federico.

Papelpop: Do nada, um clipe de Chameleo, que a gente sabe que é seu amigo, com participação de Pabllo Vittar. Como foi isso? Deu frio na barriga? Os Vittarlovers são exigentes!

Federico Devito: Os Vittarlovers são exigentes e estão certíssimos de serem muito exigentes e de estarem o tempo inteiro na internet cobrando. Até então, eu e Chameleo começamos o projeto de um tamanho muito pequeno, decidimos juntos fazer o clipe e fomos imaginando e construindo, bolando a atmosfera do clipe. Quando soube que Pabllo ia estar junto, gelei. Porque eu não imaginava. A responsabilidade aumenta. Ela já é uma artista consagrada. E aí a gente vai fazer o que tiver de fazer pra entregar o que Pabllo merece e o que Chameleo merece do lado dela. Eu fiquei pensando… Tenho uma responsabilidade na mão com um nome internacional e representativo, Brasil, drag e tudo que a gente sabe que é Pabllo Vittar. E a gente tem também Chameleo, que tá começando agora e pegando esse peso e ele se entrega de coração. E outra coisa: ele estar envolvido nisso e ser meu amigo de longa data, sabe? Então parece que tudo é uma mentira. O único objetivo era ser profissional e entregar na hora. E foi quebrar o cofrinho literalmente e falar “bora, é a Pabllo!”.

 

View this post on Instagram

 

ғʀᴇǫᴜᴇɴᴛᴇ(ᴍᴇɴᴛᴇ) ᴇᴍ ɴᴏᴠᴇᴍʙʀᴏ 🔥 ᴘʜ: @ernnacost

A post shared by Pabllo Vittar 🤍 (@pabllovittar) on

Reparei que alguns fãs estão meio confusos se “Frequente(mente)” é um single do Chameleo ou se é da Pabllo. Pode explicar?

Do Chameleo! Música do Chameleo em parceria com Pabllo Vittar. E a participação da Pabllo na música faz total sentido porque… eu acho que é algo que ela ainda vai contar mais pra frente, mas, estando desde o começo do backstage da letra e o que essa letra significa, Chameleo apresentar isso pra Pabllo, ela se envolver… dá essa confusão mesmo. Mas Chameleo assina, featuring Pabllo Vittar.

E como foi esta primeira experiência de comandar um vídeo pop? Eles foram obedientes, fáceis de dirigir?

Todo mundo ali se conhecia. Mas isso não significava que dava pra ficar de graça, cinco minutos de bobeira. Não. Eu tinha um tempo pra gravar, precisava da Pabllo entregue 100%, Chameleo 100%. São dois artistas na nossa frente. Eles se conhecem e tinham as internas deles, as piadinhas deles, mas os dois, como artistas, ninguém se mete e, aqui atrás, a gente tem um cronograma pra seguir, sabe? Tinha as brincadeiras, tinha o conforto do set, mas tinha o compromisso de saber que: “Bom, vai começar! Então, trabalhar”. E a parte de comandar os dois, gente… a Pabllo é Pabllo Vittar, entendeu? Não tem muito o que falar. E Chameleo, quando acabou, eu falei: “Eu tô orgulhoso de você”, porque realmente foi Chameleo feat. Pabllo Vittar. Ela veio pra alavancar esse clipe e do lado dele.

Você tava fazendo muito mistério e também vem deixando os seus seguidores (e dos artistas) bem ansiosos pela produção. Eu vi no Twitter que você confirmou que o vídeo tem certa inspiração no filme “A Forma da Água”… só neste ou tem mais coisa ali?

A gente já tinha uma pegada meio Sci-Fi, meio futurista, no começo do projeto todo e só foi evoluindo. Quando Pabllo entrou, ela trouxe referências também, muita coisa do que ela consumia e queria que tivesse. Além de “A Forma da Água”, a gente pode falar que tem “Quinto Elemento”, “Matrix”… um pouquinho de spoiler: o clássico “Metrópoles”. Acho que já tá bom, senão vou entregar muita coisa! Mas tem muita referência de Sci-Fi de Hollywood. Não só na estética de câmera e direção, mas todo mundo teve muita liberdade de criar. Então tudo o que a gente vê no clipe os figurinistas criaram, pessoal da luz criou, pessoal da direção de arte criou, desenhou e botou a mão, sabe? Essa parte que disse de ser todo mundo muito amigo, é que todo mundo confiava muito no trabalho do outro e fluiu de um jeito muito gostoso.

Você estudou o trabalho de outros diretores pra se preparar? Tem algum filme ou clipe que te impulsionou nesta nova fase?

Uma coisa que eu sempre tava acostumado a trabalhar era tripé. E agora, o que eu percebi até por conta da música, é que… o movimento de câmera nunca tá parado nesse clipe. Sempre em movimento. A gente não tem um minuto de respiro no clipe. Tá, talvez tenha um segundo porque eu queria que tivesse tripé, então mandei a câmera parar. Mas, assim, é um segundo pra já voltar e ter mais movimento, já tem mais ação, várias entregas e atmosferas. Eu me inspirei mais no que a gente consome no YouTube, de estar com a câmera sempre em movimento. Chegando perto de algo, se afastando, falando com a câmera e voltando, sabe? Foi mais nessa do que a gente está consumindo atualmente. É meio que um risco! Mas acho que é diferente e legal.

E vai ficar só nos clipes ou pensa em ir pra outros projetos? Sei que você lançou o curta “O Mar e o Amar” em junho…

Olha… é a primeira vez que tô botando o que eu sei pra todo mundo ver, como diretor. Acho que vou começar bem, eu acredito. Se eu não começar bem, pelo menos eu tentei. Mas eu tô muito confiante do que vai sair! Até porque quem tá confiando em mim tá me dando uma confiança que nunca achei que tivesse, sabe? Então, eu sei que o pontapé inicial tá dado, não sei o que pode vir pela frente. Mas o sonho de vida é dirigir um filme. Quem sabe, né?

Tem algum artista que você sonha em dirigir?

Estamos falando de sonho mesmo, né? Porque você sabe que eu tô começando (risos). Hoje em dia, quem tá trabalhando e acabou inovando e mudando o clipe pop do Brasil é a Anitta. Eu muito toparia de um dia fazer uma coisa mais visual, com movimento de câmera. Porque ela é uma pessoa que, no Brasil, tem total noção do que tá fazendo. Ela é uma pessoa que investiu muito desde o início em carreira audiovisual. A gente pode falar de “Bang”, que já é um grande marco. Acho que Anitta mesmo. Falando por alto, um sonho: Anitta.

 

View this post on Instagram

 

Bem-vindes ao universo de “Frequente(mente)”! 🦎🖤🦂 A partir de hoje aqui no meu feed vocês serão submersos neste clipe com música de @chameleo_ feat. @pabllovittar ✨ Trabalho em equipe realizado por quem ama fazer o que faz pra entregar o melhor pra vocês. Tudo será apresentado no seu devido tempo. Tá só começando… Chameleo styling by @jvictorborges e beauty por @williamcruzes Pabllo com styling de @joaoribeiroo, ass. e prod. de moda @anaclara_a, hair @there.za e look by @jalinha97 FOTÃO de @ernnacost Diretor de arte by @it_italo Diretor de fotografia by @rodrigo_prata Diretor de produção by @chameleo_ Diretor criativo @juniorscoz AD @fernandohaddad_ Direção e Produção by @federicodevito

A post shared by Federico Devito (@federicodevito) on

E sobre você: a gente já viu Devito Colírio da Capricho, Devito criador de conteúdo, agora Devito diretor, tem ainda algum outro lado que você quer nos mostrar?

Olha, vocês podem ter certeza de uma coisa: cantar não vai acontecer! Sabe um tabuleiro de “Monopoly” ou “Jogo da Vida”? Me sinto na primeira casinha. Sinto que realmente estou onde queria começar a brincar, sabe? É por aí.

E no clima da música, o quão frequentemente você mente?!

Eu acho que só vou mentir quando se for pro bem. Do tipo… uma festa surpresa, sabe? Se tem uma coisa que aprendi é que o outro sabe quando a gente tá mentindo. Toda mentira, eu sei que você mente, sabe? É meio que… você sabe que o outro tá mentindo. Eu sou muito desse sexto sentido. Eu sei como é foda mentira. Mas, frequentemente as pessoas mentem.

 

View this post on Instagram

 

You may say I’m dreamer, but I’m not the only one 🎬🖤✨ Foto: @gabryelsampaio_

A post shared by Federico Devito (@federicodevito) on

Antes de eu ir embora, me diz: quando sai o clipe de “Frequente(mente)”?

Quando sai o clipe… Me deram o mês de novembro, mas não sei a data. Deixa eu ligar pra Pabllo (risos). Eu não sei ainda, mas é novembro! Pode ser que seja no meio, depois, tem tantas alternativas.

E a capa?

Ah, a capa quero soltar o quanto antes! Vocês vão ouvir e ver a Pabllo de uma maneira que ela nunca se apresentou antes, tipo, nunca! Nunca, nunca. Vocês nunca viram Pabllo desta forma!

Bom, não conseguimos arrancar a data de lançamento. Mas estaremos de olho em todas novidades. Já estamos sentindo cheirinho de hit!

Comentários

Topo