Menu Papel POP
George R.R. Martin em entrevista (Reprodução)

George R.R. Martin comenta que final de Hodor nos livros será diferente de “Game of Thrones”

Desde que foi anunciado o livro “Fire Cannot Kill a Dragon” de James Hibberd, os fãs de “Game of Thrones” têm recebido várias informações dos bastidores da série e até dos próximos livros de “As Crônicas de Gelo e Fogo”, escritos por George R.R. Martin e responsáveis pela história original do programa da HBO.

Em um trecho liberado hoje (08), Martin conta que o final do personagem Hodor (Kristian Nairn) nos livros será diferente do que ocorreu na TV, apesar de a origem do nome ser a mesma [via NME].

“Eu achei que eles executaram muito bem, mas haverá diferenças no livro. Eles fizeram de uma maneira bem física – ‘segure a porta’ com a força do Hodor. No livro, o Hodor roubou uma das velhas espadas das Criptas. O Bran tem ‘wargado’ no Hodor e praticado no corpo dele, porque o Bran foi treinado para lutar com espada.”

Para quem não lembra, Bran (Isaac Hempstead-Wright) tem a habilidade de “warg”, o que significa que ele pode entrar na mente de outras pessoas e criaturas e é exatamente isso que ele faz com Hodor. Apesar de, na série, o personagem ter morrido, literalmente, segurando uma porta, Martin afirmou que, nos livros, a situação será mais metafórica: “Dizer para o Hodor ‘segure a porta’ é mais tipo ‘segure essa passagem’, a defenda de inimigos, e o Hodor vai lutar e matá-los. Um pouco diferente, mas a mesma ideia”.

O nome de Hodor vem dessa situação, pois a expressão “hold the door” (segure a porta, em português) acaba sendo vista pelo personagem quando criança por conta da intervenção de Bran. A partir daí, tudo o que ele consegue dizer é a abreviação da frase, que se torna Hodor.

“Game of Thrones” está disponível para streaming no HBO Go e o livro “Fire Cannot Kill a Dragon” foi lançado em 6 de outubro nos Estados Unidos.

Comentários

Topo