Menu Papel POP

Carne Doce resgata amor e ódio das animações clássicas no clipe de “Hater”

MAIS SOBRE:

A banda Carne Doce une presente e passado em “Hater”, nova música de trabalho. A letra versa sobre a relação de amor e ódio que pode se estabelecer entre duas pessoas, usando como síntese um termo bastante atual, proveniente da cultura de internet.

Já o clipe, por sua vez lançado nesta sexta-feira (2), busca construir sua identidade com a ajuda de um elenco nascido nos anos 1940. É por meio de imagens do desenho “Puss n’ Booty”, da série Looney Toones, que a narrativa ganha novos contornos. Na tela, personagens em pé de guerra alimentam o vício de tramar contra o dito “adversário” predileto.

Em domínio público, as cenas foram dirigidas por Frank Tashlin e reeditadas e montadas por Ricardo Alvez.

Parte do álbum “Interior”, lançado em setembro de 2020, a faixa é mais uma aposta do grupo goiano na tentativa de verter sua proposta sonora em algo mais pop. Mergulhados na própria intimidade e pautados por questões profundas como o caroço de um pequi, tradicional fruto goiano símbolo desta nova fase, o quinteto formado por Aderson Maia (baixo), Fred Valle (bateria e percussões), João Victor (guitarra, sintetizador e programações), Macloys Aquino (guitarra e voz) e Salma Jô (letras e voz) entrega um trabalho que bebe na fonte do samba, do reggae, do dub e do trap.

Ouça “Interior” nas plataformas digitais.

Spotify | Deezer | Apple Music

Comentários

Topo