Menu Papel POP
Longa estreou em 1987 e recebeu duas indicações ao Oscar (Foto: Reprodução)

“As Bruxas de Eastwick”: Susan Sarandon diz que Cher roubou seu papel no longa

Nossa, o que rolou? Durante uma palestra em Los Angeles nesta quarta-feira (21), a atriz Susan Sarandon revelou detalhes de sua participação no filme “As Bruxas de Eastwick“. Indicado duas vezes ao Oscar, o longa a traria inicialmente na pele da lendária Alexandra Medford. O papel, entretanto, acabou indo parar de última hora nas mãos de Cher.

Segundo Sarandon, as mudanças feitas nos bastidores também a obrigaram a enfrentar o desafio de aprender, em poucas semanas, a tocar violoncelo.

“Nunca tinha tocado nada antes e me disseram que me processariam se eu saísse do filme”, disse. “Não tive muita escolha. Cher tinha uma ligação anterior com Jon [Peters, produtor] então teve um pouco a ver com o que se passou”.

Na ocasião, a atriz também afirmou que não guarda ressentimentos e que a experiência no set fez com que ela e a cantora se aproximassem, tornando-se grandes amigas. À época, a dupla era vista almoçando constantemente ao lado dos também parceiros de gravações, Jack Nicholson e Michelle Pfeiffer.

O jornal britânico The Independent, que repercutiu a fala da atriz, escreveu ainda que tentou contato com os representantes de Cher para que a mesma comentasse as afirmações, mas não obteve resposta.

As bruxas de Eastwick

No longa, três mulheres entediadas vivem em uma cidade pacata no estado da Nova Inglaterra. Elas passam dias a fio imaginando como seria o homem ideal até que o destino as coloca frente ao misterioso Daryl Van Horne, um magnata que passa a satisfazer todos os desejos do trio.

Ao levar em conta que as protagonistas têm poderes especiais, sabe-se que a disputa vai provocar guerra incapaz de deixar pedra sobre pedra.

Comentários

Topo