Menu Papel POP
Pôster de "The Boys in the Band" (Divulgação)

“The Boys in the Band”: filme recebe 88% de aprovação de críticos no Rotten Tomatoes

“The Boys in the Band”, filme produzido por Ryan Murphy para Netflix, tem estreia marcada para 30 de setembro. Contudo, críticos de veículos internacionais já começaram a divulgar seus reviews sobre a produção.

Baseado em um musical da Broadway criado por Mart Crowley, lançado em 1968, o longa acompanha quatro amigos gays que se reúnem para celebrar o aniversário de um deles. O elenco traz nomes como Jim Parsons, Zachary Quinto, Matt Bomer e Andrew Rannells.

No Rotten Tomatoes, plataforma online de críticas, o filme está avaliado com 88% de aprovação. Para Ryan Lattanzio, do indieWire, o resultado é satisfatório e bom para uma adaptação dos palcos para telas.

O resultado é um renascimento sofisticado, ácido, e um alegre de “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?”, que supera os desafios enfrentados pelas adaptações do palco para a tela, especificamente o confinamento total a um único espaço.

Owen Gleiberman, da revista Variety, destacou a atuação de Quinto e Parsons:

O que mantém o filme unido, além da mística nerd dos sonhos de Quinto e da deliciosa apresentação de cada verso, é a paixão atormentada que Jim Parsons traz para ele.

Charles McNulty, do jornal Los Angeles Times, ressaltou as conexões dos personagens:

Se algumas das sutilezas dos personagens se perdem na confusão dos bêbados, a empresa dedicada de Mantello honra os laços comunitários que transformaram personagens de origens tão diferentes em uma família.

Pete Hammond, do Deadline Hollywood Daily, classificou o longa como “brilhante” e aclamou o texto de Mantello:

Jim Parsons lidera um brilhante elenco da Broadway neste filme que revive um marco gay. A nova versão de Joe Mantello do texto mordaz de Mart Crowley é a melhor ainda.

Já Murtada Elfadl, de Cup of Soul, disse que a adaptação é fiel a trama dos palcos. Contudo, também avaliou como desnecessária a produção por conta do roteiro:

Mantello e Ryan Murphy devem ser elogiados por adaptarem fielmente o recente revival do palco e trazer seu elenco de atores gays para um público mais amplo. No entanto, não adicionar uma nova avaliação do texto clássico torna este remake desnecessário.

Assista ao trailer:

“The Boys in the Band” chega ao catálogo da Netflix no dia 30 de setembro.

Comentários

Topo