Menu Papel POP
PJ Harvey na capa do LP "To Bring You My Love" (Foto: Divulgação)

PJ Harvey libera mais demos inéditas e resgata clipe glorioso de “C’mon Billy”

MAIS SOBRE:

Lançado em 1995, o disco “To Bring You My Love” narra o martírio de PJ Harvey no amor. Com uma estética marcada por elementos femininos exagerados, o disco é considerado ainda hoje um dos mais incríveis trabalhos de seu catálogo.

Exatos 25 anos depois, o material ganhou uma reedição em LP neste fim de semana. Para além da novidade, todas as suas demos, até então inéditas, chegaram ao streaming. A fim de mergulhar novamente no universo lírico e despudorado da cantora, uma das mais brilhantes de sua geração, a equipe trabalhou duro e entregou um presente audiovisual que soma e muito à surpresa.

Para além das versões inéditas de clássicos como “Down By The Water”, “Send His Love To Me” e “Long Snake Moan”, foi liberado no YouTube uma versão remasterizada do clipe de “C’mon Billy”. Vestida com peças de renda e trajes de seda, Harvey esbanja elegância ao partir, com toda sua glória, em busca do amado.

O lançamento de “To Bring You My Love – Demos” é parte de uma iniciativa da cantora que promete relançar todo o o catálogo em vinil, bem como revelar ao público versões cruas, inéditas, de cada álbum. Anteriormente já havia sido divulgado um disco com o embrião do que viria a ser o álbum de estreia, “Dry” (1992). Ouça também clicando aqui.

PJ Harvey

Uma das mais respeitadas artistas do Reino Unido, PJ Harvey é a única cantora a vencer duas vezes o Mercury Prize Award, importante prêmio da música nacional. Dona de um som que passeia entre o grunge e o rock político, é hoje considerada um nome importante na história do gênero por conta da riqueza sonora que emprega em suas canções, bem como pelo papel que desempenha enquanto compositora.

Em sua obra é possível encontrar desde faixas que denunciam injustiças, até juras perpétuas de amor. De sua discografia também merecem destaque os discos “Is This Desire?”, “Stories From The City, Stories From The Sea” e “Let England Shake”.

Comentários

Topo