Menu Papel POP
Jason Momoa e Ray Fisher em entrevista sobre "Liga da Justiça" (Reprodução)

Jason Momoa reforça acusações de ambiente abusivo no set de “Liga da Justiça”

Na segunda-feira (14), o ator Jason Momoa, que interpretou o Aquaman em “Liga da Justiça“, usou seu Instagram para apoiar o colega de elenco Ray Fisher. Ambos reforçaram uma série de acusações contra a Warner Bros. Pictures relativas a um suposto ambiente abusivo no set de filmagem de “Liga da Justiça”.

“Essa merda tem que acabar e precisa ser investigada”, escreveu. “Ray Fisher e todos os outros que passaram pelo que aconteceu sob a tutela da Warner Pictures precisam de uma investigação legítima. Eu acho uma merda que tenham soltado um anúncio falso de ‘Frosty’ sem a minha permissão para tentar tirar a atenção da denúncia de Ray Fisher sobre a maneria de merda que éramos tratados nas refilmagens da ‘Liga da Justiça’. Coisas sérias aconteceram. Isso precisa ser investigado e as pessoas precisam ser responsabilizadas”.

Em julho deste ano, Fisher, que interpretou Ciborgue em “Liga da Justiça”, já havia acusado a produção de criar um ambiente tóxico de trabalho. No Twitter, ele postou o seguinte:

“O tratamento de Joss Whedon (diretor) com o elenco e a equipe de ‘Liga da Justiça’ foi grosseiro, abusivo, não profissional e completamente inaceitável. Ele foi permito, de várias maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg (produtores).”

O estúdio abriu uma investigação interna no mês seguinte à publicação, mas o ator o acusou de usar um investigador ligado à Warner, que por sua vez seria parcial. Agora Momoa também faz acusações de houve a divulgação indevida de que ele dublaria o personagem Frosty, no filme “Frosty: O Boneco de Neve”. A atitude teria sido tomada em suas palavras “para distrair o público da denúncia original”.

“Liga da Justiça” era inicialmente dirigido por Zack Snyder, que se afastou da produção por problemas familiares. Quem assumiu foi Joss Whedon. Depois de muitos pedidos, o estúdio confirmou o lançamento da versão de Snyder para 2021 na HBO Max.

A Warner Bros Pictures não se pronunciou sobre a postagem de Momoa. O produtor Jon Berg negou todas as acusações. Johns e Whedon não comentaram o assunto.

Comentários

Topo