Menu Papel POP

“Não vou subir num palco se tem gente que não está nem podendo trabalhar”, diz Pabllo Vittar

MAIS SOBRE:

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Pabllo Vittar afirmou na tarde desta terça-feira (11) que não pretende realizar shows em esquema drive-in nos próximos meses. A artista fez críticas ao formato, adotado durante a pandemia como estratégia para retomar as atividades da indústria do entretenimento.

Pabllo também disse que aguardará uma vacina pra voltar a subir ao palco com segurança.

“Eu acordo de manhã sabendo que ainda não tem vacina e é muito triste ver que governo também não faz quase nada pela população que mais precisa. Então, como eu vou subir num palco pra drive-in? Primeiramente, para isso a pessoa tem que ter carro. Quem tem carro no Brasil? Não tem como eu subir num palco sabendo que tem um monte de gente que não está nem podendo trabalhar. Essa não é a energia que quero pra mim.”

A drag comentou ainda sobre o desafio de se manter afastada dos palcos.

“Eu me sinto sem energia porque sou uma pessoa muito física, amo estar no palco, sentir a energia dos fãs porque isso me preenche. Mas, por outro lado, durante a pandemia eu fiquei muito mais próxima deles digitalmente e acabo os conhecendo mais. Agora que estou em casa, tenho mais tempo pra isso. Aliás, eu só consigo ter esse contato porque estou em casa.”

Ao longo de 2020, caso o ano não tivesse sido afetado pela pandemia, Pabllo teria se apresentado em importantes locais da Europa e dos Estados Unidos.

“Eu estava muito ansiosa. O que me deixou triste mesmo não foi o cancelamento dos festivais, mas esse vírus que surgiu do nada e mudou a nossa vida de cabeça pra baixo. Será que tudo isso é um surto coletivo e vamos acordar?”

O show de Pabllo Vittar no festival espanhol Primavera Sound, que acontece em Barcelona, segue confirmado para 2021.

Comentários

Topo