Menu Papel POP

Lizzo: processo do hit “Truth Hurts” é arquivado pela Justiça norte-americana

MAIS SOBRE:

Um processo movido por dois compositores contra Lizzo, acusando-a de não creditá-los pela composição de “Truth Hurts”, foi julgado improcedente pela Justiça federal norte-americana. O resultado da sentença foi publicado nesta sexta-feira (15).

Em outubro de 2019, enquanto colhia os frutos do disco “Cuz I Love You”, a cantora entrou com uma ação judicial a fim de que o tribunal lhe oferecesse uma declaração constando que os irmãos Justin e Jeremiah Raisen, ambos compositores, não eram co-autores do hit. A faixa venceu o Grammy de Melhor Performance Solo de Pop em 2020.

Deste modo, ao ser amparada pela corte, ela impediria que ambos tivessem direito a uma parcela dos lucros obtidos com a faixa.

Em fevereiro, os irmãos Raisen reagiram argumentando por meio de advogados que “‘Truth Hurts’ seria baseada em uma outra canção, batizada como “Healthy”, criada dois anos antes em parceria com a artista.

Lizzo, à época, afirmou que a frase ‘I just took a DNA test, turns out I’m 100% that bitch’ (Acabei de fazer um teste de DNA e descobri que sou 100% aquela vadia, em tradução literal) foi o único verso a sair daquela sessão e que teria sido originado por um tuíte viral feito por outro compositor, devidamente creditado.

Nesta semana, a corte distrital norte-americana concedeu a moção de Lizzo para rejeitar as reivindicações da dupla. O documento, assinado pela juíza Dolly M. Gee diz que:

“Um co-autor de uma obra protegida por direitos autorais não obtém automaticamente a propriedade de uma obra derivada. Sem decidir quem, de fato, é o autor das músicas em questão, e sem revisar as gravações ou letras das músicas, o Tribunal pode determinar que os contra reclamantes aleguem que as partes colaboraram e finalizaram uma música – ‘Healthy’ – antes que Lizzo supostamente copiasse partes dessa música para fazer ‘Truth Hurts’. Por uma questão de lei, portanto, mesmo que sejam coautores de ‘Healthy’, ambos não alegaram qualquer participação acionária em ‘Truth Hurts’, que eles afirmam ser um trabalho derivado da faixa em questão”.

Embora a juíza tenha deixado claro que há a possibilidade de recorrer por parte da defesa, ela também disse acreditar que o processo não sofrerá mais alterações.

Comentários

Topo