Menu Papel POP

Rita Lee revela capas maravilhosas de novos livros infantis, que chegam em setembro

MAIS SOBRE:

Vovó Ritinha está de volta! Dando seguimento à expansão de sua obra literária, Rita Lee revelou na manhã deste sábado (18) as capas de “Dr. Alex e os reis de Angra” e “Dr. Alex e o Phantom”. As histórias, voltadas para o público infantil, chegam às lojas no mês de setembro pela Globo Livros.

Com ilustrações de Guilherme Francini e Quihoma Isaac, já conhecidos colaboradores, as narrativas prometem explorar ainda mais a genialidade da mamãe do rock como contadora de histórias – sempre, claro, oferecendo ensinamentos preciosos aos pequenos.

Em “Dr. Alex e o Phantom” (nova versão de “Dr. Alex e o Oráculo de Quartz”), o enredo está centrado em pedras brasileiras. A obra contará ainda com a participação de simpáticos seres extra-terrestres (tema pelo qual Rita é fascinada!) e uma árvore centenária.

Na foto divulgada hoje, a autora aparece dentro de um cristal mágico ao lado do protagonista. Vem daí o novo título, visto que Phantom é um cristal raro, de verdade, que ela possui em casa! Segundo Guilherme Samora, editor e estudioso do legado cultural de Rita, a história foi totalmente reescrita. A personagem vovó Ritinha também participa ativamente da trama.

Já em “Os reis de Angra“, quarto livro da saga, a artista e escritora aborda os perigos da atividade de usinas nucleares. Desta vez, conta com as participações de sereias douradas e de uma princesa, grande defensora da natureza.

As obras publicadas em 2020, que são reedições de livros que Rita escreveu nos anos 1980 e 1990, somam-se aos já lançados “Dr. Alex na Amazônia” (2019) e “Dr. Alex” (2019). A série infantil, vale lembrar, conta com novo projeto gráfico, ilustrações inéditas e texto revisitado pela roqueira-mor.

A pré-venda começa já no mês que vem. Não marque bobeira!

Dr. Alex

Nos anos 1980, convertendo-se em uma voz cada vez mais ativa na luta pelas causas animais, Rita Lee decidiu se lançar como escritora. Inspirada por um pet que deu de presente aos filhos, o ratinho Alex, Rita criou a saga de mesmo nome para contar a história de um cientista alemão que se metamorfoseava em rato. O objetivo era travar uma batalha contra vilões que buscam depredar o meio ambiente e a natureza.

Também de Rita Lee foram publicados “Storyinhas” (2013), “Rita Lee: Uma Autobiografia” (2016), “Dropz” (2017), “FavoRita” (2018) e “Amiga Ursa” (2019).

 

***

Foto destacada: Guilherme Samora

Comentários

Topo