Menu Papel POP

Co-fundador do Lollapalooza acredita que os grandes shows só retornarão em 2022

Devido à pandemia da Covid-19 vários shows e eventos do porte foram cancelados e adiados para 2021. Só que há quem acredite que, até ano que vem, as pessoas não se sintam realmente seguras e que os grandes shows devem acontecer só em 2022.

Marc Geiger, o co-fundador do Lollapalooza, deu a entender que talvez a edição de 2021 não aconteça também. Após o festival ter sido cancelado na cidade de Chicago, nos EUA, acredita-se que demorará mais um tempo para podermos ver nossas bandas e artistas favoritos. Ainda não sabe-se a estratégia que irão adotar no futuro.

Ao podcast de Bob Lefsetz, o empresário disse: “Na minha humilde opinião, vai ser em 2022. Vai levar um tempo até o que eu chamo de ‘economia da germofobia’ ser lentamente morta e substituída pela ‘economia da claustrofobia’”.

Também comentou dos shows em drive in, como acontece com alguns cinemas norte-americanos. Mas ele descartou essa ideia: “As pessoas estão fazendo isso simplesmente por fazer, não para se sustentarem, certo?”

Vale lembrar que o Lollapalooza Brasil foi remarcado para os dias 04, 05 e 06 de dezembro. O jornalista José Noberto Flesch disse em vídeo recentemente publicado que os fãs nem deveriam contar com a possibilidade do evento acontecer neste ano. E que quem comprou o ingresso não deve receber reembolso, graças à uma Medida Provisória aprovada, uma vez que está adiado e não cancelado. Mas que desta forma os ingressos continuam válidos para o futuro.

Comentários

Topo