Menu Papel POP

Bong Joon Ho elogia Ari Aster no prefácio do livro de “Hereditário”

MAIS SOBRE:

Bong Joon Ho, diretor vencedor do Oscar 2020 com “Parasita”, escreveu o prefácio do livro do filme de “Hereditário”, lançado nesta semana pela produtora A24.

Ho não poupou elogios ao longa escrito e dirigido por Ari Aster. Ele escreveu no início do livro: “Enquanto o filme é um trabalho impecável de gênero, no qual elementos ocultos são habilmente unidos, eu me pergunto se o gênero é apenas uma cobertura para o verdadeiro terror. Porque o verdadeiro terror vem da própria família”.

“Hereditário” (2018) foca nos Graham, que acabam de sofrer a perda da avó. Ela, mesmo morta, continua como sombra pela casa, principalmente para a neta. Com muitas reviravoltas no roteiro, o terror foi um dos mais (se não o mais) aterrorizantes do ano que estreou.

Bong Joon Ho continuou:

“Ari Aster vai além das armadilhas do gênero e produz horror verdadeiro e profundo. Um horror que é primordial e inevitável. Para sobreviver a esse horror avassalador, lançamos um feitiço sobre nós mesmos. Esperamos que os momentos terríveis que testemunhamos acabem se estabelecendo em uma “visão neutra do acidente”, como um quadro inócuo feito de adoráveis figuras em miniatura”.

No livro, além do roteiro completo, temos imagens do filme. Ele contém 240 páginas e está custando US$ 60 (cerca de R$ 310). A24 é uma produtora famosa por filmes como “Moonlight”, “O Farol”, “Midsommar” e mais.

Comentários

Topo