Menu Papel POP

Surfaces fala ao PapelPop sobre música com Elton John, hit no TikTok e saudade dos palcos

A dupla norte-americana Surfaces, composta por Forrest Frank e Colin Padalecki, vem fazendo sucesso desde que viralizou da faixa “Sunday Best”, uma canção sobre positividade. O hit foi tamanho graças um detalhe especial: virou até desafio no TikTok, com milhões de usuários criando coreografias para o single.

É claro que todo este sucesso chamou a atenção de pessoas importantes. Na última sexta-feira (12), o duo lançou a música “Learn To Fly”, parceria com ninguém mais, ninguém menos que Sir Elton John. A gente quis saber mais sobre a canção, como tudo rolou e batemos um papo com eles, por telefone.

Bem humorados, Forrest e Colin comentaram sobre o novo single: “Nós enlouquecemos quando ficamos sabendo: ‘Meu Deus, Elton John quer fazer parte da nossa música’!”. A conversa você lê abaixo:

PapelPop: Vamos falar um pouco sobre “Sunday Best”. Pessoas ao redor do mundo fazendo desafios e coreografias com a música de vocês. Como vocês se sentiram vem tudo isso? Deu medo?

Forrest: Foi muito legal, principalmente pela forma que nós começamos. A gente começou a fazer música nos nossos quartos por diversão. E quando a gente lançou esta música, a gente já tinha outras, mas sabíamos que esta era especial mas não tão especial. Nós ficamos vendo ela crescer, crescer e, de repente, no TikTok. Tá sendo muito legal ver as pessoas ouvindo e fazendo os desafios. E a gente vê a galera do Brasil fazendo também, é bem legal.

PapelPop: Vocês estão dando um grande passo, uma colaboração com Elton John! Como isso aconteceu? Como foi trabalhar com ele?

Colin: Então, nós criamos a música e tínhamos uma demo legal da primeira versão e nós mandamos pro nosso time da Universal. Eles viram se tinha algum interesse na faixa, pessoas que pudessem trabalhar na canção, e então eles mandaram para o Elton John também. A gente pensou: “Seria louco ter Elton nesta faixa, seria incrível”. Uma semana depois, nós ficamos sabendo que ele realmente queria fazer parte da canção. Nós enlouquecemos quando ficamos sabendo: “Meu Deus, Elton John quer fazer parte da nossa música”. E então nós fizemos umas reuniões por videochamada com ele e trabalhamos no single.

PapelPop: E o que podemos esperar dessa faixa? Porque é uma faixa inesperada, mas incrível, né?

Forrest: É uma música clássica, meio vintage, não é super moderna, tipo um Soul a moda antiga. Mas, no final, temos um twist…um pouco de mágica de Elton John.

PapelPop: Elton é uma inspiração pra vocês? Vocês cresceram ouvindo as músicas dele ou coisas do tipo?

Colin: Nós temos várias inspirações de cantores clássicos e Elton é uma dessas referências, ainda mais dos anos 70, 80 e 90. A gente sempre amou esse tipo de música, então acho indiretamente ele sempre foi uma inspiração.
Forrest: Se você ouvir nossas músicas, é provável que você não ouça referências de Elton, mas a forma que ele cria canções e a criatividade dele são inspirações.

PapelPop: E tem algum outro cantor clássico que vocês gostariam de colaborar?

Forrest: Ah, tem alguns, mas James Taylor seria bem legal.

Colin: James Taylor, Jack Johnson e Tom Misch. Tom seria incrível, ele não é um cantor clássico, mas tem um estilo clássico. Tem muitos! O que foi legal do Elton é que a gente não esperava e quando rolou, ficamos: “Cara, que sonho e privilégio tê-lo em uma música”. Acho que se continuarmos a fazer o que estamos fazendo, pessoas como Elton ficarão de olho e esta é a melhor forma de acontecer.

PapelPop: Vocês terminaram uma grande (e esgotada) turnê pelos EUA. Vocês estão sentindo falta dos palcos ou vocês já se adaptaram a essas lives no Instagram?

Colin: Ah, nós definitivamente sentimos falta dessas coisas porque são experiências únicas. Poder olhar para todo mundo de perto, todos se sentindo felizes, cantando com a gente, gritando. Uma das coisas mais legais da música é poder dividir esses lugares com os fãs. E nós tínhamos tantos shows programados pra este ano, festivais e turnê na Austrália. Mas, claro, com a pandemia não deu pra fazer. Basicamente, tô sentindo muita falta dos palcos e poder compartilhar estes momentos com o pessoal.

PapelPop: Eu venho de uma região no Brasil com muitos esteriótipos. É um lugar conhecido pela música country, mas aqui a gente chama de “Sertanejo”. O mesmo acontece no Texas e vocês criaram uma música bem diferente da que as pessoas nascidas lá fazem. Como vocês veem isso?

Forrest: Acho que muito por conta da internet, a gente pode ir além do que já era feito na nossa região. E nós gostamos das coisas de onde viemos, mas musicalmente nós adaptamos para o que mais gostamos e de várias culturas. Nós crescemos ouvindo essas músicas country, mas não ficamos presos a elas.

PapelPop: Este momento está sendo bem difícil e temos visto artistas trabalhando muito, fazendo álbuns, transmissões ao vivo, até cozinhando…mas por outro lado, muitos escolheram descansar, ler, cuidar de si mesmos. Como vocês estão passando estes dias de distanciamento social?

Forrest: Eu tô fazendo umas caminhadas, a academia abriu recentemente aqui, então tô malhando um pouco. Tem um lago pertinho aqui de casa, tô tentando ficar do lado de fora de casa o máximo que posso quando não tô trabalhando em música em casa.

PapelPop: E vocês têm alguma dica para os fãs neste momento de quarentena?

Colin: Esta pandemia pode continuar, a gente ainda não sabe. Então, se você ainda não tiver, encontre algum hobby que possa ajudar. Aquelas coisas que nós deixamos para fazer em dias chuvosos, agora meio que todo dia é assim, então dê enfoque ao que você pode controlar.

Forrest: Eu diria pra se afastar o máximo da tecnologia. Se você tá dentro de casa, é bem provável que esteja de olho no celular, computador, TV, sei lá. Mas tente sair um pouco, ficar do lado de fora pra ler um livro, olhar pro céu, ouvir os pássaros cantando.

PapelPop: Valeu, gente. Mas, antes de ir, vocês têm algum plano de vir para o Brasil quando tudo estiver de volta ao normal?

Forrest: Seria insano!

Colin: Isso seria incrível! E quando distanciamento social tiver acabado, eu amaria fazer um show em qualquer lugar.

A nova música do duo com Elton John já está disponível, bora ouvir?

Comentários

Topo